Portal do Léo - Letras de Músicas





Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Portuguese, Animais



Histórico
 01/07/2012 a 07/07/2012
 17/06/2012 a 23/06/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 20/05/2012 a 26/05/2012
 13/05/2012 a 19/05/2012
 06/05/2012 a 12/05/2012
 22/04/2012 a 28/04/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 01/04/2012 a 07/04/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 11/03/2012 a 17/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 12/02/2012 a 18/02/2012
 05/02/2012 a 11/02/2012
 29/01/2012 a 04/02/2012
 22/01/2012 a 28/01/2012
 15/01/2012 a 21/01/2012
 08/01/2012 a 14/01/2012
 01/01/2012 a 07/01/2012
 25/12/2011 a 31/12/2011
 18/12/2011 a 24/12/2011
 11/12/2011 a 17/12/2011
 04/12/2011 a 10/12/2011
 27/11/2011 a 03/12/2011
 20/11/2011 a 26/11/2011
 13/11/2011 a 19/11/2011
 06/11/2011 a 12/11/2011
 30/10/2011 a 05/11/2011
 23/10/2011 a 29/10/2011
 16/10/2011 a 22/10/2011
 09/10/2011 a 15/10/2011
 02/10/2011 a 08/10/2011
 25/09/2011 a 01/10/2011
 18/09/2011 a 24/09/2011
 11/09/2011 a 17/09/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 28/08/2011 a 03/09/2011
 21/08/2011 a 27/08/2011
 14/08/2011 a 20/08/2011
 07/08/2011 a 13/08/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 03/07/2011 a 09/07/2011
 26/06/2011 a 02/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 12/06/2011 a 18/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Adote um Gatinho


Cartinhas!

CARTINHA DO BRIGADEIRO (ATUAL BIG)

Às minhas queridas tias da AUG,

Estou escrevendo para dar notícias do meu primeiro fim de semana na minha nova casa, mas antes disso eu gostaria de fazer uma declaração:

EU ESTOU MUITO FELIZ POR TER SIDO ADOTADO MAIS DE UM ANO APÓS EU TER SIDO RESGATADO! 

Eu já estava quase desistindo, achando que, como eu era um gato adulto, eu teria menos chance de ser adotado, principalmente quando nos comparam com os filhotes, que são mais brincalhões, engraçadinhos e ronronentos. Mas a minha nova mãe, que é uma pessoa muito justa, acha que os gatos adultos têm que ter as mesmas oportunidades dos filhotes e assim ela resolveu me adotar... 

Nem preciso dizer que eu acho que isso é um exemplo a ser seguido. Muitas vezes nós, gatos adultos, já passamos por tanta coisa, já vivemos tantos traumas, já fomos tão maltratados, que somos os que mais precisam de um lar, uma caminha quentinha e muito amor. E assim, quando passamos a receber, aprendemos a retribuir.

Minha mãe apostou nisso e já está colhendo os resultados: ontem eu fiquei quietinho e deixei que ela fizesse carinho no meu pescoço (eu até ronronei, de um jeito meio esquisito, porque ainda estou aprendendo a ronronar) e hoje ela já conseguiu me pegar no colo pelo menos um pouquinho. 

Estou tendo um pouco de trabalho com o meu irmão, o Pequeno, que ficou meio enciumado com a minha chegada. Mas, como eu sou inteligente, não estou reagindo aos “fuuuus” dele, fico na minha, quietinho. Acho que a estratégia está dando certo, porque nesse exato momento nós dois estamos deitados na cama da mamãe, numa boa, mesmo que ainda a um metro de distância um do outro...

Estou mandando para vocês uma foto minha, na varanda, que é um dos meus lugares preferidos na minha nova casa. Olhem como eu estou lindo, de banho tomado e perfumado!

Queria dizer também que estou com saudades das minhas tias da AUG e que um dia desses vou pedir à minha mãe para me levar no abrigo para ver vocês.

Mil lambidinhas a todos,

Brigadeiro (a minha mãe mudou meu nome para BIG, porque o nome Brigadeiro estava muito grande...)


 

CARTINHA DA VERÔNICA E DO CAJU (ATUAIS IVE E ZIGGY)

Oi, tias!

Aqui quem fala é a Verônica, ou melhor, Ive que é meu nome aqui na minha nova casa.

Ganhei esse nome por causa da música do Jorge Ben Jor que se chama Ive Brussel, ele fica falando de uma moça que conquistou ele com o olhar e meus pais acharam que era minha cara. Não entendi muito bem mas gostei.

Desde o primeiro dia, já me senti super a vontade, descobri cada cantinho da casa e ganhei dois brinquedinhos que são demais! Um ratinho que fica correndo de mim (e ainda reclama quando eu mordo ele) e uma bolinha. 

Tem umas comidinhas bem gostosas e acho que estou engordando até!

De manhã, eu e meu irmão vamos correndo acordar meus pais já que, poxa, de madrugada a gente apronta bastante e fica com fome, né?


Oi, sou o Ziggy! As tias costumavam me chamar de Caju mas meus pais me deram esse nome por causa de uma música também, Ziggy Stardust do David Bowie.

Eles falaram que parece que eu uso batom e me acharam um pouco andrógino e agora virei Ziggy, acredita?

Vou confessar que fiquei bem assustado com essa mudança de casa. No primeiro dia, fiquei escondido o tempo todo mas minha irmã me contou que nossos pais eram legais e eu fui me acostumando. Agora, minha mãe fala que eu sou uma bolinha de amor, só porque eu fico beijando ela sem parar...


Lambidinhas,

Ive e Ziggy



 

CARTINHA DA AMORZINHO (ATUAL CORA)

Oi, tias do AUG!

Logo que minha irmã humana me viu no site, já colocou o meu nome de Cora. No AUG, me chamavam de Amorzinho.

A tia Susan falou para a minha mãe que eu era uma santinha, que nem miava, que era perfeita pra uma casa onde já havia uma siamesa ciumenta reinando sozinha por quase 7 anos. E foi assim que no feriadão de 1 de maio a tia Susan me trouxe para morar aqui onde eu moro hoje.

Ah ah ah, enganei um bobo na casca do ovo! Santinha? Quietinha? Que não mia?

É que no AUG tinha mais um monte de gatos e eu era tão pequenininha... acho que eu fazia fuim - minha mãe diz que eu não mio, que eu faço fuim, mas é meu jeitinho de miar, oras! - e ninguém escutava, ou então eu ficava com medo daquele monte de gatos grandes e ficava quietinha no meu canto.

Eu logo me acostumei com a casa nova, ainda mais que minha mãe tinha um vaso na varanda com uma planta e eu logo achei muito divertido subir na mesinha da varanda e tchááá!!!! pular bem em cima da planta. Tá certo que eu andei espalhando uma terra, que andei quebrando umas folhas e uns caules, mas isso lá era motivo para minha mãe tirar a planta de onde estava e colocar em um lugar onde não dava mais para pular em cima dela? A gente nem pode se divertir um pouquinho...

Minha irmã felina mais velha, a Cindy, não ficou muito contente comigo, não. No começo ela nem saía do quarto da mamãe, e era só fuuuu e patadas, mas ela nunca me arranhou, dava umas patadinhas só para me assustar. Mas eu estava decidida a fazer amizade com ela, então ela fazia fuuuu, eu esperava ela acabar de fazer fuuu e saía correndo atrás dela. Ela tem um rabão, eu adoro pular em cima do rabo dela, mas ela não gosta muito dessa  brincadeira e toda vez que eu pego o rabo dela ela faz um fuuuuuu bem grande e assustador para mim, eu espero ela acabar o fuuu e dou uma cutucadinha com a pata... 

Minha mãe fala que eu não tenho um pingo de orgulho e que sou a criaturinha mais chata da face da terra, ela fala isso me dando beijinhos e coçando a minha barriguinha, então eu acho que ser a criaturinha mais chata da face da terra deve ser uma coisa que ela gosta bastante né? Minha mãe usa uma coisa em cima do nariz, que ela chama de óculos, eu adoro brincar com eles, é meu brinquedo predileto, minha mãe às vezes coloca ele em cima da mesa. Claro que é pra eu jogar no chão pra brincar, por que outro motivo ela colocaria bem ali, pra me provocar? Aí ela briga comigo, fala que eu babo os óculos dela, e ela vai lavar, depois ela usa um pouquinho, deixa de novo em cima da mesa... Ah! Que festa! Ela tem dois, devia dar um pra mim de vez.

Logo que eu cheguei aqui, minha mãe comprou uma caminha igluzinho pra mim, lilás, linda, pequenininha como eu. A ideia dela era eu dormir no igluzinho, lá na sala, longe do quarto dela. Mas aí estava tão frio, e eu era tão filhotinha, e tão abandonadinha, que minha mãe começou a deixar eu dormir só um pouquinho junto com ela e com a Cindy na cama dela. É uma delícia! Mesmo com a Cindy fazendo fuuuuu quando eu quero deitar no mesmo lugar que ela. Resultado disso é que nunca mais voltei pro igluzinho, só ligo pra ele quando minha irmã Cindy deita dentro dele e eu fico querendo entrar também, ela não deixa, me expulsa, eu pulo em cima do iglu, a gente rola pelo chão da casa, ela dentro do igluzinho e eu do lado de fora, ela não arreda pata, e eu acabo desistindo, porque afinal de contas eu nem queria deitar lá mesmo, era só para provocar. Depois ela sai do igluzinho, e ele perde toda a graça.

Agora o mais legal de tudo é que aqui tem UM MONTE DE BRINQUEDOS. Tem os brinquedos de gatinho que eram da Cindy e minha mãe disse que ela nem gostava de brincar com eles e tem uma estante enorme, cheia de bichos de pelúcia, que são da minha irmã humana. Eu adoro jogar no chão todos os que ficam na prateleira da parte de baixo, para escolher qual que eu vou brincar. Aí eu saio espalhando todos os brinquedos pela casa, pela sala, pelo quarto da minha mãe, ela tropeça neles e já fala Cora!!!! Como é que ela pode SABER que fui eu e não a Cindy quem espalhou os brinquedos? Quando ela não está brava comigo, ela me chama de Cocó, mas minha irmã humana não gosta, fala que parece galinha, chamando de Cocó.

Tias, estou muito feliz aqui na minha casa. Minha mãe fala que eu sou uma maquininha de comer e fazer cocô, mas olha só: ela coloca ração gostosinha - seca e molhada - pra mim, leitinho, peito de peru...Eeu estou em fase de crescimento, preciso me alimentar, e toda essa comida tem de sair uma hora né? Ela reclama que eu espalho toda a areia pra fora da caixinha, é que eu quero fazer tudo rapidinho pra poder voltar pra brincadeira.

Minha mãe fala que eu sou muito danadinha, mas que ela me ama muito. Que quando a gente adota um gatinho, não sabe a personalidade dele como será, só tem uma ideia, e que é como ter um filho, e que tem de amar o gatinho do jeito que ele é. Eu acho que ela me ama mesmo, porque ela vive me pegando no colo, me beijando e me chamando de coisinha linda e preta da mamãe. E eu gosto de morder a mão dela, que é macia!

Muitos ronrons da

Cora




Escrito por Yumi às 14h22
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]


 
 


© Adote um Gatinho - 2003/2006 - Todos os Direitos Reservados
Portal do Léo - Letras de Músicas