Portal do Léo - Letras de Músicas





Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Portuguese, Animais



Histórico
 01/07/2012 a 07/07/2012
 17/06/2012 a 23/06/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 20/05/2012 a 26/05/2012
 13/05/2012 a 19/05/2012
 06/05/2012 a 12/05/2012
 22/04/2012 a 28/04/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 01/04/2012 a 07/04/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 11/03/2012 a 17/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 12/02/2012 a 18/02/2012
 05/02/2012 a 11/02/2012
 29/01/2012 a 04/02/2012
 22/01/2012 a 28/01/2012
 15/01/2012 a 21/01/2012
 08/01/2012 a 14/01/2012
 01/01/2012 a 07/01/2012
 25/12/2011 a 31/12/2011
 18/12/2011 a 24/12/2011
 11/12/2011 a 17/12/2011
 04/12/2011 a 10/12/2011
 27/11/2011 a 03/12/2011
 20/11/2011 a 26/11/2011
 13/11/2011 a 19/11/2011
 06/11/2011 a 12/11/2011
 30/10/2011 a 05/11/2011
 23/10/2011 a 29/10/2011
 16/10/2011 a 22/10/2011
 09/10/2011 a 15/10/2011
 02/10/2011 a 08/10/2011
 25/09/2011 a 01/10/2011
 18/09/2011 a 24/09/2011
 11/09/2011 a 17/09/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 28/08/2011 a 03/09/2011
 21/08/2011 a 27/08/2011
 14/08/2011 a 20/08/2011
 07/08/2011 a 13/08/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 03/07/2011 a 09/07/2011
 26/06/2011 a 02/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 12/06/2011 a 18/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Adote um Gatinho


CARTINHAS!

CARTINHA DA HELENA

"Oi tias!!!

Vocês se lembram de mim? Porque eu não esqueci de vocês...

Eu sou a Helena, aquela oncinha, ops, gatinha que morou no abrigo um bom tempo e era da turma dos Formosinhos.
 
Estou escrevendo para dar notícias, faz 4 meses que estou na minha nova casa. Confesso que no começo eu fiquei muito assustada, me escondia atrás da geladeira, atrás da máquina de lavar, não comia, e ainda fiz xixi na minha caminha. Mas a mamãe e o papai foram muito pacientes, todos os dias eles conversavam comigo, me davam petisquinhos... E eu fui amolecendo... Até que eu descobri algo mágico, descobri que ganhar carinho é muito bom... Aí, tias, eu virei uma máquina de fazer rom rom e de amassar pãozinhos.

Mas mesmo tendo tudo só para mim, eu só queria ficar deitada na minha caminha. Enquanto o papi e a mamis estavam em casa eu não comia e nem ia no meu banheirinho... Até que um dia mamãe chorou, e ela me dizia assim: "Pirilampa, por que vc num sai dessa caminha? Será meu Deus que ela vai ser uma gatinha "normal" um dia? Vai me pedir carinho e brincar, andar pela casa na nossa frente?" Quando vi a mamãe triste por minha causa eu entendi que não tinha por que ter medo. Agora eu sou um grude com a mamis, quando ela acorda eu já estou na porta esperando ela, até no banheiro eu vou atrás dela miando pedindo um cafuné. Outro dia me escondi no guarda roupa dela... Hoje o sofá é só meu, hehehehe... E as cadeiras da sala também!!!

Passo a madrugada brincando com meus ratinhos e adoro ser escovada, mami me chama de "Maria Escovinha" eu nem faço mais "Fuuuuuz".

Graças a vocês, tias, hoje eu tenho uma família toda só pra mim e descobri o quanto é bom ser amada.

Quero mandar muitos beijos pra tia Isabel, tia Gisele, tia Cristina, tia Ju, tia Susan, tia Sylvia e todas as tias que cuidaram de mim e continuam cuidando dos meus amiguinhos.
 
Que papai do céu abençoe muito vcs.
 
Helena"


CARTINHA DO OSCAR

"Oie! Eu sou o Oscar... demorei um pouco pra mandar notícias porque minha mamis trabalha demais e quando tem tempo não se organiza muito nas coisas que são realmente importantes como me ajudar a escrever essa cartinha. Bom, mas não vamos ficar falando da mamis e sim de euzinho.

Cheguei aqui nesse apartamento em 18 de janeiro de 2011, mas não como um novo filhinho e sim como um hóspede. A tia Angélica pediu para alguém fazer lar temporário pra mim até conseguir adoção pela AUG. A minha mamis, até então Tia Rê, aceitou essa pequena missão e a tia Raquel me levou pra ela. No começo eu detestei. Estava assustado e ela me deixava num banheiro porque eu ainda não podia ter contato com as outras filhas dela, agora minhas irmãs, Frida, Missy e Petite Marie (cá entre nós... eu não gosto muito delas, são muito fresquinhas).

Com o passar dos dias vi que a tia Rê era legal. Ela cuidava do meu ouvidinho todo machucado e sangrando, me dava uma comida gostosa, arrumava minha cama bem quentinha e meu deu um banho tão gostoso e relaxante que comecei a gostar dela e até a me esfregar nas pernas dela.

Depois de uns 15 dias achei que ela merecia que eu ligasse meu motorzinho e cada vez que a tia chegava perto de mim eu ronronava. Ela ficava tão feliz que aí eu decidi conversar com ela e virei o gato mais conversador que ela já viu na vida! Eu sei o que vocês devem estar pensando: eu sou muito esperto, hihihihihi! Dia a dia fui conquistando a tia Rê...

Um dia a tia Bea Mattes veio aqui com a tia Angélica Ferreira para fazer uns exames de FELV e outras coisas que não me lembro e deram sinal livre para eu começar a viver no apezinho da tia. Ah, que delícia! Fiquei livre do banheiro... No começo eu e as filhas da tia Rê brigávamos muito.. Elas são muito frescas e medrosas... Só porque eu sou um gatão gigante e bom de briga? Não dá pra entender né?

Bom, devagarzinho fui me acostumando com a rotina da casa: a mamis chegava do trabalho, tomava banho e sentava pra ver tv ou usar o computador. Eu, mais que depressa subia no encosto do sofá e abraçava o pescoço dela... Ficava um tempão assim e ela adorava... Na hora de dormir eu me deitava do lado dela e a acordava todos os dias de manhã para ela não perder hora pro trabalho. Eu sou muito esperto, em 15 dias decorei o horário certo pra acordar a mamis, ela me enchia de beijos. E, assim, ela deixou de ser tia Rê e virou mamis... Não resistiu aos meus encantos e pediu para as tias da AUG me tirarem da lista de adoção.

Aí embaixo tem umas fotos lindas minhas... Olhem só os meus olhos de pintura... Sou um gato mesmo né? As minhas irmãs e eu nos damos melhor agora, até brincamos de pega pega. Tenho muitos brinquedos (o meu preferido é o babbo leão aí da foto) e estou muito feliz aqui com a mamis e as irmãzinhas...

Quero agradecer muito às tias da AUG e também deixar um ronrom muito especial para as tias Angélica Ferreira, Bia Mattes e Raquel Rignani que me ajudaram a ser feliz desse tantão!

Acho que por hoje é só... outro dia escrevo mais.

Oscar"


CARTINHA DO RAFAEL (EX-PEPSI)

"Oi tias da AUG...

Meu nome é Rafael (ex-Pepsi). Hoje estou aqui para falar do quanto estou feliz na minha nova casa.

Mamãe e papai me mimam tanto que tem horas que tenho que dar umas mordidinhas (de amor, é claro), mas que chegam até a machucar, principalmente o papai... Mas é que é um tal de me beija daqui, me aperta dali, que eu fico doidão, quero dormir e eles só querem me mimar... Meus 3 irmãozinhos me amam tanto que vivem me dando banho, é o dia inteiro aquele lambe lambe pra cima de mim.

Sou mesmo o xodó da casa. Quero agradecer a tia Angélica principalmente, pois foi ela que me tirou daquela vida. Minha mãe agradece a Deus todos os dias por ter iluminado a tia Angélica e ter ido nos resgatar lá naquele lugar horrível... Bem, mas isso já passou, e hoje eu sou muito feliz com a minha família e rezo todos os dias para o papai do céu para que encontre um lar para todos os meus amiguinhos daí do AUG.

Beijos e ronrons a todas as tias da AUG e mais uma vez obrigado por tudo...

Rafael"



Escrito por Yumi às 17h40
[ ] [ envie esta mensagem ]



CARTINHAS!

CARTINHA DA BETERRABA

Lembram da Beterraba? A Beterraba é uma gatinha muita fofa que apareceu aqui como Gatinha da Semana, ela estava apanhando dos outros gatos no lar temporário. Lembram? Pois essa gatinha querida foi adotada e manda notícias felizes de sua casa nova!

"Oi tias, aqui quem escreve é a Ex-Beterraba, agora Amy Cathouse! Ganhei esse nome dos meus novos pais, a Carol e o Ricky, sabem por quê? Porque minha mãe Carol descobriu que eu dormia melhor com umas gotas de passiflorine na água! Hihihihi! Mas só tomei nos dois primeiros dias. Ela disse que me deu esse nome porque eu estou viciada em narcóticos naturais e tenho mania de cantar meus blues à noite! Uai, que culpa eu tenho de ser uma gata morena que adora cantar de noite?

Vocês não acreditam, minha mãe, a Carol, viu minha foto no site da Ong e simplesmente se apaixonou pela minha cara blasé e foi me conhecer na casa da tia que cuidava de mim. Como a casa da tia era longe de onde a Carol morava, ela disse para o papai Ricky no caminho: “Meu, é bom essa gata se jogar no nosso colo quando a gente chegar lá”. Quando eles entraram, tias, vocês acreditam que eu na hora saí correndo e me joguei nos pés do papai? Foi aí que a Carol disse: “É, acho que é para ela ser nossa mesmo”. Tudo combinado, a tia me levou pra casa nova numa sexta feira, mas eu acho que estava estranhando aquele lugar, aquela falta de gatos me batendo (é, tias, lembram, eu apanhava e batia nos gatos da tia Lucy) e fiquei miando a noite toda! Miei, miei, pulei em cima deles, queria um carinho, sei lá, estava achando tudo estranho! Aí de sábado para domingo, o papai dormiu comigo na sala, mas mesmo assim, miei, miei e miei! De manhã, os dois decidiram me devolver, tias... É, eles achavam que eu não ia me adaptar, porque eles ficam fora o dia todo trabalhando e ficaram com pena de me deixar sozinha. A mamãe Carol estava com o coração na mão, mas achou melhor me levar embora para que eu pudesse ser adotada por uma pessoa que ficasse comigo o dia todo.

Chegando na casa da Tia Lucy, a mamãe e o papai choraram demais! Eles ficaram muito tristes por acharem que não tinha dado certo ficar comigo. Fui para meu canto, comecei a brigar de novo com aqueles gatões chatos que me batiam e fechei a cara para eles – os gatos e os dois “fulanos” que me deixaram. O papai disse que eu fiquei muito séria, nem parecia a gatinha fofa que brincava com a varinha de pescar na casa deles.  Mas tias, o que eles queriam? Eu fiz meu melhor, me joguei de barriguinha, deixei fazerem cafuné, lambi a mão deles, só precisava de um tempo para me adaptar naquela casa nova, poxa...

O que eu não sabia é que quando eles foram embora, a mamãe chorou o caminho todo. Ficou com o nariz vermelho e os olhos inchados e era só o papai chamar ela de “gatinha” que ela chorava mais ainda e o papai também estava bem triste, dizia que eu era muito fofa, mas que era melhor para mim tentar arrumar uma dona mais caseira. Só que minha sorte mudou quando eles chegaram em casa. Era dia dos pais e o papai disse: “Ah, eu sinto falta do miadinho dela”. Foi aí que eles decidiram que não dava mais para ficar sem mim! A mamãe ligou para Tia Lucy, que não acreditou no que estava ouvindo. Ela deve ter pensado que a mamãe era doida, mas disse: pode vir pegar a Beterraba agora, se quiser! E a mamãe foi! Cruzou a cidade às 9 da noite, chegou na casa da tia Lucy. Eu estava sentada numa caixinha, de mau humor. Nem dei bola para eles, mas aí a mamãe me pegou, me abraçou, beijou minha cabeça e disse: “eu nunca mais vou deixar você”. Dei uma resmungada e me levaram pro carro. No caminho eu pensei: “Putz, mas pra onde tão me levando de novo?” e fui miando o caminho todo. Quando cheguei de novo em casa, cheirei tudo e me joguei no tapete! O papai veio coçar minha barriga e disse que eu era linda!

E assim tem sido meu último mês: a cada dia que passa, fico mais linda, diz a mamãe! Ainda tenho uma compulsãozinha por miar à noite, mas aí tomo meu passiflorine e meus florais e tudo fica bem!

Minha mãe disse que eu sou sapeca, mas eu quero mostrar para ela como sou linda, então arranho meu arranhador e olho para ela todo dia de manhã. Ah, tias, também ganhei um quarto só para mim. Como meus pais ainda não têm um filho humano, disseram que eu posso usar o quarto por enquanto. Eu adoro, a internet fica lá! Hihihihihihi

Ah, minha mãe disse também, que acha que eu sou um poodle disfarçado de gatinho, porque eu corro com bolinha e com meus ratinhos na boca, vou atrás quando eles jogam, pulo no colo do papai quando ele diz para eu subir, fico esperando eles quando tomam banho e adoro cafuné na barriga.

Agora, tia, o mais chique: vocês acreditam que eu estou aprendendo alemão? Meus pais falam essa língua estranha e estão me ensinando. Já aprendi que hop é pular, nein é não, kleine é pequena e também aprendi que was ist mit dir é o que você tem? Papai fala isso quando eu mio muito! Tô chique, né tias?

Então, olha, uma lambidinha cheia de blues para vocês! Obrigada por terem cuidado de mim, estou muito feliz agora nessa casa nova!

Auf wiedersehen (até logo, nessa língua maluca!)"

Olhem como estou feliz! Esperei ela a Carol fazer uma cara estranha para tirar a foto! Hihihihi

Descobri que a gaveta é boa para dormir


Tias, estou muito feliz, obrigada por tudo!

 

CARTINHA DO NICO E DA SHIVA

"Olá, espero que lembrem da gente, Nico e Shiva ( ex Olivia)!

Já faz mais de 2 anos que estamos com a mamãe e como podem ver estamos cada vez mais lindos, fofuchos e gordinhos!!!

Mamãe praticamente casou e se mudou pra casa do namorado, mas ficou com medo de nos separar dos outros gatinhos que moravam com a gente, o Jazz e o Peninha (ex Guri).

Com o passar do tempo mais ou menos 2 meses, percebeu a falta que sentia de nós e como a gente estava triste na casa da vovó... E foi então que a mamãe resolveu colocar tela no apartamento todo, pedir autorização pro maridão e nos trazer pra casa nova! No primeiro dia estranhos um pouco, mas a partir do segundo dia conseguimos conquistar o nosso pai e dormimos na cama com eles todos os dias desde então!

Adoramos o terraço do apartamento novo e tomamos sol todos os dias!!

Mas não é só isso, papai resolveu trazer um novo membro pra família, um filhote de Golden Retriever!

Eu, Nico, particularmente não gostei muito no começo, hoje em dia ele vem me cheirar e eu não dou a mínima bola, já a Shiva quer ficar perto dele o tempo todo, chora quando ele está preso mas quando ele se aproxima muito leva umas patadinhas pra ficar espero! O nome dele é muito chic, achei meio fresco, mas tudo bem, é Brunello di Montalcino! Ele ainda é um filhotão de 4 meses e já tem 16 kg!

Somos uma grande família e estamos muito felizes com a nova casa, o papai e o chato do Brunello que fica correndo atrás da gente!!"



Escrito por Yumi às 18h27
[ ] [ envie esta mensagem ]



GATINHA DA SEMANA - HORTELÃ

Oi, eu sou a Hortelã, uma gatinha muito linda e muito fofa! O meu irmão Alecrim teve sorte e logo foi adotado, mas eu ainda estou aguardando a minha chance de ganhar um lar e ser feliz. Minha carinha diz tudo, né? Sou uma princesa! Quero uma casa e uma família muito linda que me encha de mimos, e em troca eu prometo muito amor! Tenho apenas 6 meses de idade, estou castrada e vacinada. Me adota?

Para adotar a Hortelã, por favor, acesse o nosso website e preencha o formulário de adoção: www.adoteumgatinho.org.br. Atenção: os gatinhos do AUG são doados apenas para a cidade de São Paulo, ABC e Osasco.

Se você não pode adotar, mas gostaria de ajudar, divulgue essa mensagem entre seus amigos! Compartilhe!



Escrito por Yumi às 16h01
[ ] [ envie esta mensagem ]



PETISCA ESTRELINHA

Não, eu não resisti. Mesmo com todos os esforços das tias, essa insuficiência renal tomou conta de mim e eu parti.

Obrigada madrinhas, padrinhos e todo mundo que colaborou tentando conseguir sachê renal para mim. Foram 6 anos de vida, 6 anos de AUG.

Hoje vou brilhar no céu pela primeira vez, mas não reparem, sempre fui tímida, escondidinha e vou brilhar timidamente também. É o meu jeitinho, tá?

Ass. Petisca



Escrito por Yumi às 15h05
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]


 
 


© Adote um Gatinho - 2003/2006 - Todos os Direitos Reservados
Portal do Léo - Letras de Músicas