Portal do Léo - Letras de Músicas





Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Portuguese, Animais



Histórico
 01/07/2012 a 07/07/2012
 17/06/2012 a 23/06/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 20/05/2012 a 26/05/2012
 13/05/2012 a 19/05/2012
 06/05/2012 a 12/05/2012
 22/04/2012 a 28/04/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 01/04/2012 a 07/04/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 11/03/2012 a 17/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 12/02/2012 a 18/02/2012
 05/02/2012 a 11/02/2012
 29/01/2012 a 04/02/2012
 22/01/2012 a 28/01/2012
 15/01/2012 a 21/01/2012
 08/01/2012 a 14/01/2012
 01/01/2012 a 07/01/2012
 25/12/2011 a 31/12/2011
 18/12/2011 a 24/12/2011
 11/12/2011 a 17/12/2011
 04/12/2011 a 10/12/2011
 27/11/2011 a 03/12/2011
 20/11/2011 a 26/11/2011
 13/11/2011 a 19/11/2011
 06/11/2011 a 12/11/2011
 30/10/2011 a 05/11/2011
 23/10/2011 a 29/10/2011
 16/10/2011 a 22/10/2011
 09/10/2011 a 15/10/2011
 02/10/2011 a 08/10/2011
 25/09/2011 a 01/10/2011
 18/09/2011 a 24/09/2011
 11/09/2011 a 17/09/2011
 04/09/2011 a 10/09/2011
 28/08/2011 a 03/09/2011
 21/08/2011 a 27/08/2011
 14/08/2011 a 20/08/2011
 07/08/2011 a 13/08/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 03/07/2011 a 09/07/2011
 26/06/2011 a 02/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 12/06/2011 a 18/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
 
Adote um Gatinho


Cartinhas!

CARTINHA DO BRIGADEIRO (ATUAL BIG)

Às minhas queridas tias da AUG,

Estou escrevendo para dar notícias do meu primeiro fim de semana na minha nova casa, mas antes disso eu gostaria de fazer uma declaração:

EU ESTOU MUITO FELIZ POR TER SIDO ADOTADO MAIS DE UM ANO APÓS EU TER SIDO RESGATADO! 

Eu já estava quase desistindo, achando que, como eu era um gato adulto, eu teria menos chance de ser adotado, principalmente quando nos comparam com os filhotes, que são mais brincalhões, engraçadinhos e ronronentos. Mas a minha nova mãe, que é uma pessoa muito justa, acha que os gatos adultos têm que ter as mesmas oportunidades dos filhotes e assim ela resolveu me adotar... 

Nem preciso dizer que eu acho que isso é um exemplo a ser seguido. Muitas vezes nós, gatos adultos, já passamos por tanta coisa, já vivemos tantos traumas, já fomos tão maltratados, que somos os que mais precisam de um lar, uma caminha quentinha e muito amor. E assim, quando passamos a receber, aprendemos a retribuir.

Minha mãe apostou nisso e já está colhendo os resultados: ontem eu fiquei quietinho e deixei que ela fizesse carinho no meu pescoço (eu até ronronei, de um jeito meio esquisito, porque ainda estou aprendendo a ronronar) e hoje ela já conseguiu me pegar no colo pelo menos um pouquinho. 

Estou tendo um pouco de trabalho com o meu irmão, o Pequeno, que ficou meio enciumado com a minha chegada. Mas, como eu sou inteligente, não estou reagindo aos “fuuuus” dele, fico na minha, quietinho. Acho que a estratégia está dando certo, porque nesse exato momento nós dois estamos deitados na cama da mamãe, numa boa, mesmo que ainda a um metro de distância um do outro...

Estou mandando para vocês uma foto minha, na varanda, que é um dos meus lugares preferidos na minha nova casa. Olhem como eu estou lindo, de banho tomado e perfumado!

Queria dizer também que estou com saudades das minhas tias da AUG e que um dia desses vou pedir à minha mãe para me levar no abrigo para ver vocês.

Mil lambidinhas a todos,

Brigadeiro (a minha mãe mudou meu nome para BIG, porque o nome Brigadeiro estava muito grande...)


 

CARTINHA DA VERÔNICA E DO CAJU (ATUAIS IVE E ZIGGY)

Oi, tias!

Aqui quem fala é a Verônica, ou melhor, Ive que é meu nome aqui na minha nova casa.

Ganhei esse nome por causa da música do Jorge Ben Jor que se chama Ive Brussel, ele fica falando de uma moça que conquistou ele com o olhar e meus pais acharam que era minha cara. Não entendi muito bem mas gostei.

Desde o primeiro dia, já me senti super a vontade, descobri cada cantinho da casa e ganhei dois brinquedinhos que são demais! Um ratinho que fica correndo de mim (e ainda reclama quando eu mordo ele) e uma bolinha. 

Tem umas comidinhas bem gostosas e acho que estou engordando até!

De manhã, eu e meu irmão vamos correndo acordar meus pais já que, poxa, de madrugada a gente apronta bastante e fica com fome, né?


Oi, sou o Ziggy! As tias costumavam me chamar de Caju mas meus pais me deram esse nome por causa de uma música também, Ziggy Stardust do David Bowie.

Eles falaram que parece que eu uso batom e me acharam um pouco andrógino e agora virei Ziggy, acredita?

Vou confessar que fiquei bem assustado com essa mudança de casa. No primeiro dia, fiquei escondido o tempo todo mas minha irmã me contou que nossos pais eram legais e eu fui me acostumando. Agora, minha mãe fala que eu sou uma bolinha de amor, só porque eu fico beijando ela sem parar...


Lambidinhas,

Ive e Ziggy



 

CARTINHA DA AMORZINHO (ATUAL CORA)

Oi, tias do AUG!

Logo que minha irmã humana me viu no site, já colocou o meu nome de Cora. No AUG, me chamavam de Amorzinho.

A tia Susan falou para a minha mãe que eu era uma santinha, que nem miava, que era perfeita pra uma casa onde já havia uma siamesa ciumenta reinando sozinha por quase 7 anos. E foi assim que no feriadão de 1 de maio a tia Susan me trouxe para morar aqui onde eu moro hoje.

Ah ah ah, enganei um bobo na casca do ovo! Santinha? Quietinha? Que não mia?

É que no AUG tinha mais um monte de gatos e eu era tão pequenininha... acho que eu fazia fuim - minha mãe diz que eu não mio, que eu faço fuim, mas é meu jeitinho de miar, oras! - e ninguém escutava, ou então eu ficava com medo daquele monte de gatos grandes e ficava quietinha no meu canto.

Eu logo me acostumei com a casa nova, ainda mais que minha mãe tinha um vaso na varanda com uma planta e eu logo achei muito divertido subir na mesinha da varanda e tchááá!!!! pular bem em cima da planta. Tá certo que eu andei espalhando uma terra, que andei quebrando umas folhas e uns caules, mas isso lá era motivo para minha mãe tirar a planta de onde estava e colocar em um lugar onde não dava mais para pular em cima dela? A gente nem pode se divertir um pouquinho...

Minha irmã felina mais velha, a Cindy, não ficou muito contente comigo, não. No começo ela nem saía do quarto da mamãe, e era só fuuuu e patadas, mas ela nunca me arranhou, dava umas patadinhas só para me assustar. Mas eu estava decidida a fazer amizade com ela, então ela fazia fuuuu, eu esperava ela acabar de fazer fuuu e saía correndo atrás dela. Ela tem um rabão, eu adoro pular em cima do rabo dela, mas ela não gosta muito dessa  brincadeira e toda vez que eu pego o rabo dela ela faz um fuuuuuu bem grande e assustador para mim, eu espero ela acabar o fuuu e dou uma cutucadinha com a pata... 

Minha mãe fala que eu não tenho um pingo de orgulho e que sou a criaturinha mais chata da face da terra, ela fala isso me dando beijinhos e coçando a minha barriguinha, então eu acho que ser a criaturinha mais chata da face da terra deve ser uma coisa que ela gosta bastante né? Minha mãe usa uma coisa em cima do nariz, que ela chama de óculos, eu adoro brincar com eles, é meu brinquedo predileto, minha mãe às vezes coloca ele em cima da mesa. Claro que é pra eu jogar no chão pra brincar, por que outro motivo ela colocaria bem ali, pra me provocar? Aí ela briga comigo, fala que eu babo os óculos dela, e ela vai lavar, depois ela usa um pouquinho, deixa de novo em cima da mesa... Ah! Que festa! Ela tem dois, devia dar um pra mim de vez.

Logo que eu cheguei aqui, minha mãe comprou uma caminha igluzinho pra mim, lilás, linda, pequenininha como eu. A ideia dela era eu dormir no igluzinho, lá na sala, longe do quarto dela. Mas aí estava tão frio, e eu era tão filhotinha, e tão abandonadinha, que minha mãe começou a deixar eu dormir só um pouquinho junto com ela e com a Cindy na cama dela. É uma delícia! Mesmo com a Cindy fazendo fuuuuu quando eu quero deitar no mesmo lugar que ela. Resultado disso é que nunca mais voltei pro igluzinho, só ligo pra ele quando minha irmã Cindy deita dentro dele e eu fico querendo entrar também, ela não deixa, me expulsa, eu pulo em cima do iglu, a gente rola pelo chão da casa, ela dentro do igluzinho e eu do lado de fora, ela não arreda pata, e eu acabo desistindo, porque afinal de contas eu nem queria deitar lá mesmo, era só para provocar. Depois ela sai do igluzinho, e ele perde toda a graça.

Agora o mais legal de tudo é que aqui tem UM MONTE DE BRINQUEDOS. Tem os brinquedos de gatinho que eram da Cindy e minha mãe disse que ela nem gostava de brincar com eles e tem uma estante enorme, cheia de bichos de pelúcia, que são da minha irmã humana. Eu adoro jogar no chão todos os que ficam na prateleira da parte de baixo, para escolher qual que eu vou brincar. Aí eu saio espalhando todos os brinquedos pela casa, pela sala, pelo quarto da minha mãe, ela tropeça neles e já fala Cora!!!! Como é que ela pode SABER que fui eu e não a Cindy quem espalhou os brinquedos? Quando ela não está brava comigo, ela me chama de Cocó, mas minha irmã humana não gosta, fala que parece galinha, chamando de Cocó.

Tias, estou muito feliz aqui na minha casa. Minha mãe fala que eu sou uma maquininha de comer e fazer cocô, mas olha só: ela coloca ração gostosinha - seca e molhada - pra mim, leitinho, peito de peru...Eeu estou em fase de crescimento, preciso me alimentar, e toda essa comida tem de sair uma hora né? Ela reclama que eu espalho toda a areia pra fora da caixinha, é que eu quero fazer tudo rapidinho pra poder voltar pra brincadeira.

Minha mãe fala que eu sou muito danadinha, mas que ela me ama muito. Que quando a gente adota um gatinho, não sabe a personalidade dele como será, só tem uma ideia, e que é como ter um filho, e que tem de amar o gatinho do jeito que ele é. Eu acho que ela me ama mesmo, porque ela vive me pegando no colo, me beijando e me chamando de coisinha linda e preta da mamãe. E eu gosto de morder a mão dela, que é macia!

Muitos ronrons da

Cora




Escrito por Yumi às 14h22
[ ] [ envie esta mensagem ]



CARTINHAS!

CARTINHA DA LORIEN

"Oi tias, tudo bem?

Lembram de mim? Já faz tempo que fui adotada, mas de vez em quando é bom mandar notícias.

Continuo linda, pretíssima, fofa, tagarela e feliz, apesar de ter que dividir minha mãe com os outros seis gatinhos... Mas eu sei bem como
ficar com ela só pra mim: enquanto ela se arruma pra sair eu me tranco no banheiro com ela e fico na maior conversa e, quando ela chega em
casa, aproveito que "os outros" estão comendo pra ficar com toda a atenção dela pra mim... Viu como eu sou muito mais inteligente que os
outros?

Sabe tias, sou apaixonada por almofadas e travesseiros e, no último domingo, ganhei um almofadão fofo só pra mim, só que "o resto do povo
que mia" tomou posse dele e eu fiquei sem porque não gosto muito de me misturar. Aí eu falei pra mamãe e ela comprou outro almofadão só pra
mim hehe. Viu como a gente se entende? A mamãe colocou cobertores neles pra gente dormir quentinho, uma delícia! Todos os gatinhos do
mundo deveriam dormir assim...

É isso tias! Sou muito feliz graças a vocês! Tô mandando minhas fotos pra matarem a saudade de mim.

Lambidinhas,

Nega Loló (Lórien)"


 

CARTINHA DA CLARINHA E DA LILA

"Oiê, tias Syl e Cris! Tudo bem?

Aqui quem escreve é a Clarinha e a Lila! Nós estamos super bem! Mamãe e papai são super atenciosos, conversam muito com a gente, vivem nos afagando, nos enchendo de beijos e brincando com a gente. Somos as crianças mais paparicadas do mundo.

Demoramos pra escrever esta cartinha, por que estávamos ocupadas desbravando a nossa nova casa... É tanta novidade por aqui que a gente nem sabia por onde começar!  Quando chegamos aqui, papai e mamãe prepararam um sofá só pra gente ficar! Imagina? Um sofá todinho nosso! E não bastando ter só um sofá pra gente, a gente também tem um quarto com as nossas bugigangas e uma varanda com sol e graminha pra gente!

Estamos no novo lar há mais de uma semana, mas já nos sentimos em casa. Nós duas estamos nos conhecendo melhor. No começo tudo era motivo para darmos patada uma na outra, hoje muita coisa mudou, brincamos juntas de pega-pega e, às vezes, até nos permitimos dar uma leve lambida uma na outra.

Papai e mamãe são loucos por nós, tudo eles fazem festa... Seja vendo a gente brincando com o ratinho de mentira, seja afiando as garrinhas no sofá. Não importa! Tudo que a gente faz, pra eles, é um grande gracejo. Sorte nossa, que podemos pintar e bordar! (Brincadeirinha!)

Bom, tias! Acho que por enquanto é isso. Deixa a gente ir que eu e a Lila temos os brinquedos nos esperando.

Tias mandem beijo para todos do AUG e digam a eles que nós estamos muito felizes e estamos nos sentindo muito amadas em nosso novo lar!

Puuuuuurrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr,

Clarinha e Lila"


 

CARTINHA DO GUAPO

"Oi Tia Rebeca e tias da AUG!!!

Agora sou o Duque Paul Atreides! E vim dar notícias para vocês de minha nova casa.

Meu antigo nome era Guapo, mas meus pais acreditam que sou um gato nobre, então por isso decidiram por meu nome de um personagem nobre da ficção científica (eu só sei o que é isso porque eles têm os livros na estante e eu costumo dormir em cima).

Ainda, este nome combinou com o meu smoking, como Tia Rebeca escreveu para minha mãe enquanto elas trocavam figurinhas por e-mail conversando sobre a minha adaptação.

Contarei de minha chegada, e como foi minha conquista do coração da feroz Siona. Minha mãe, quando veio morar em São Paulo, trouxe uma bela gatinha com ela, chamada Siona. Claro, que para Siona, ela era a dona de tudo em absoluto. Quando meus pais decidiram adotar um outro gatinho, já imaginaram que uma possível guerra se travaria em casa.

No dia que a Tia Rebeca me trouxe, eu muito cordial, como um nobre deve ser, tentei demonstrar cortesia e amabilidade com a anfitriã Siona. Contudo, devo lhes contar que Siona não gostou muito de minha investida cordial, na verdade ela fez um enorme escândalo. Tia Rebeca nos tranqüilizou, disse que isso é normal e que logo ela iria me aceitar e me deu um recado que segui a risca, que eu deveria me dar bem com a Siona e respeitá-la pois logo seriamos como irmãos. E assim, eu conheci minha nova família.

Lógico que fugi de muitos fuzzzz, patadas, corridas e emboscadas da minha nova irmã. Meus pais ficavam preocupados se isso poderia estar me fazendo bem, mas eu fui dobrando a Sioninha, aos poucos. Depois de uns dois dias de muito corre e pega, Siona passou para o estágio de me ignorar por completo, e com isso, com toda minha classe de nobre, fui chegando perto da Siona, dando lambidinhas, tentando me aproximar e por fim, ela se tornou a minha nova irmã.

Hoje, ficamos juntos o dia inteiro, dormindo, comendo, brincando, consegui encontrar um lugar pra chamar de meu também. Minha mãe me pergunta se estou feliz com eles, e olha tias, do jeito que eu amasso pãozinho no cobertor na hora de dormir com eles e ronrono quando ela me pega no colo pra fazer coceguinhas na minha barriga, acho que consigo demonstrar que estou feliz sim.

Mando uma lambidinha especial para Tia Rebeca e para minha irmã Ginger (se ela ainda se chamar assim) pois espero que ela também tenha encontrado um lar como eu!

Lambidinhas,

Duque Paul Atreides"

“Olá meninas da Aug, aqui quem fala é a Simone e o Diego. Queremos dizer que o Paul é um gatinho todo especial, e que amamos muito desde o momento que pôs suas patinhas rosas aqui em casa. Estamos mandando fotinhos do nosso nobre Duque, com sua irmã Siona.
Agradecemos e parabenizamos esse trabalho lindo que fazem na ONG.
Abraços
Diego, Simone, Paul e Siona”




Escrito por Yumi às 17h52
[ ] [ envie esta mensagem ]



Lua e Peludo querem uma casa!

Oi tias e tios!! Lembram da gente? Sou a Lua e esse é meu filho Peludo. Fomos adotados e depois de 8 meses nosso ex-dono teve de nos devolver porque não está encontrando um lugar para morar onde aceitem animais. Ficamos muito tristes porque a gente não entende essas coisas de humanos e a tia teve de nos colocar no banheiro social dela de novo porque é o único lugarzinho livre para nos acomodar.

Tenho 2 aninhos e fui mamãe de 3 nenês que nasceram no telhado de uma casa na rua da tia do AUG. Dos 3 filhotes, a tia só conseguiu resgatar o Peludo porque era o mais assustadinho. Sou uma super mãe, estou sempre lambendo meu filho para ele estar sempre limpinho, cuido dele até hoje como se ele fosse um filhotico, apesar dele já ser adulto dou banho nele do mesmo jeito que dava antes. Sou uma gatinha muito inteligente, faladeira, adoro me esfregar nas pernas da tia para ganhar carinho, adoro ser escovada, brincalhona e gosto de pessoas. 

Meu filho Peludo, ao contrário de mim, era muito medroso, corria da tia por nada, fazia FUZZZ porque morria de medo dela. Ele ainda não entende muito o lance de ganhar carinho da tia, às vezes ele sai de perto desconfiado de que ela vai fazer algo de mal, mas é charminho dele porque ele já está até subindo na cama e dormindo junto com a tia e o tio. E a tia já pega ele no colo e enche ele de beijinhos!!! O Pepê (como a tia o chama) só precisa de uma mamãe humana com muita paciência, alguém que entenda o nosso mundo felino para ganhar a confiança dele. 

O Peludo é um filhotão, adora brincar de pega-pega, lutinha, com bolinhas ou ratinhos. Ele é um gatinho que adora fazer amizade com outros gatos, diferente de mim que só gosto de pessoas. As brincadeiras são sempre entre nós, porque eu só gosto do meu filho, fico desconfiada e não gosto de outros gatos. A tia acha que é porque sou um tal de gato Alfa que eu não sei o que significa rsrsrsrs

Gostaríamos muito de sermos adotados juntos, porque nos amamos e eu seria muito feliz com meu filhote junto.

Não tenha preconceito!! Adote dois pretolinos alegres e fofos!! Seremos seus melhores amigos!

Para adotar, acesse www.adoteumgatinho.org.br.



Escrito por Yumi às 11h29
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas

CARTINHA DO HUGO E DO ZALO

"Oi Tia Fabi!!

Estamos escrevendo para mandar notícias! Estamos mais sem vergonhas do que nunca, essa casa é muito legal!

Outro dia a nossa mãe ganhou umas flores e a gente desmontou tudo, rsrs! Aí ela aproveitou e entrou na brincadeira com a gente! Olha a foto que ela tirou, sei lá, não entendemos nada... Ela ficou dizendo que estamos fazendo foto para o " Beleza Americana"! Não sabemos o que é, mas deve ser legal, porque minha mãe ficava falando que a gente estava lindo! Sei lá, que doida...

Ela comprou umas gravatinhas pra gente, tia Fabi, disse que é pra gente ficar elegante, estamos mandando foto!!

Ah, quase esquecemos de dizer, participamos de uma promoção fazendo pose com o livro dos nossos amiguinhos, olha que legal que ficaram as fotos...

Tia, manda um beijão pras outras tias lá do AUG e diz que estamos com saudades, mas que sempre acompanhamos as notícias pelo computador com a mamãe!!
 
Lambidinhas,

Hugo e Zalo"

 

CARTINHA DA LASSI (ATUAL LINA)

"Oi Tia Susan e todas as tias da AUG tudo bem?

Aqui é a Lina (Ex-Lassi). Demorei para escrever essa cartinha, mas resolvi finalmente mandar notícias!

Eu cheguei dia 22/12/2011, quase Natal, e tenho que confessar que foi o melhor presente que eu já ganhei! É muito bom ter uma casa pra chamar de minha! Foi tudo muito legal, me adaptei rápido e já no final da tarde do primeiro dia estava dormindo no colo da mamãe, de barriga pra cima!

Eu cresci bastante, sou muito bem tratada por aqui!! Depois de uns meses meu papi chegou em casa com uma “coisa” bem pequena e meio ensanguentada. Achei que era um petisco mas era meu irmão. Eu não gostei muito no começo, mas me disseram que se ele não viesse para casa ia morrer na rua, coitado e agora eu gosto muito dele!

Tenho que contar, eu ainda mamo hehehehehe, na coberta, no edredom... Deixo tudo molhado... A minha mãe acha bonitinho, meu pai não gosta, porque eu mamo sempre do lado dele do cobertor, mas eu nem ligo. Eles brincam muito comigo, e eu e meu irmão Mike esperamos sempre por eles na porta.

Bom eu desejo muita sorte para todos os gatinhos que ainda não tem uma casa, porque eu sou uma gata super feliz pois tenho uma família!

Muitos beijos a todos por aí!

Lina e Mike!"



 

CARTINHA DA NAOMI (ATUAL FILÓ)

"Oi, Tia Susan e pessoal do AUG. Tudo bem?

Aqui é a Filó (ex-Naomi), mas pode me chamar de petuli, pretolee, preturice, petico ou filombeta (esse é só pra quando eu apronto... hihihi).

Quando eu cheguei aqui, há dois meses, a Tia Susan falou pra mamãe que eu era uma gatinha tão quietinha que ela nunca tinha me ouvido miar. E nos dois primeiros dias parecia que eu era mesmo a gatinha mais comportada do mundo.

Mas foi só eu me sentir em casa pra mostrar minha verdadeira personalidade: uma gatinha espoleta, que adora correr pela casa inteira, sobe em tudo, pula pra lá pra cá e brinca com todos os brinquedos ao mesmo tempo.

Meus irmãozinhos Sofia e Molloy me estranharam um pouquinho no começo, mas logo me aceitaram. Eu boto os dois pra correr toda hora com as minhas estripulias e eles ficam de língua de fora, tentando me acompanhar.

Apesar de ser “ligada no 220”, como diz a mamãe, eu também sou muito carinhosa e adoro dormir nos travesseiros da mamãe e do papai – mesmo eles dizendo que não pode – e dar beijinhos de nariz neles. Também não dispenso uma boa papa e adoro um sachê.

Falando em papa, acho que eu vou ali na cozinha fazer uma boquinha. Lembranças para todos aí no AUG, que me ajudaram a encontrar uma família que me ama muito e que vai cuidar de mim para o resto da vida.

Muitas lambidinhas,

Filó"




Escrito por Yumi às 17h13
[ ] [ envie esta mensagem ]



Finais felizes!

CARTINHA DA MONICA (ATUAL LILICA)

"Oi Tias da AUG,

Aqui quem escreve é a Lilica (batizada como Monica aí na ONG, mas minha nova família escolheu um novo nome para mim). Já faz um pouco mais de um mês que cheguei na minha nova casa e já tenho bastante coisas para contar...

No dia em que cheguei, meus irmãos (o Barney e o Bam Bam, que também eram da AUG) não gostaram nem um pouco da idéia de ganhar uma irmãzinha. Eles, que são super grudados um com o outro, não queriam uma gatinha branquela metida a besta entrando na casa deles... No começo eles foram muito bravos comigo, distribuíam fus sem parar e quando tinham a chance, me davam patadas na cabeça. Minha mãe ficou super preocupada, pois eu era bem pequeninha e magrela, e meus irmãos dois gatões grandes e fortes. Ela ligou para a tia Beatriz que disse para minha mãe não se preocupar porque logo viraríamos amigos.

Dito e feito. Logo no terceiro dia já dormíamos todos juntos e brincávamos de pega-pega!

Meus irmãos são muito legais, eles adoram passar horas brincando com ratinhos e bolinhas comigo e de correr pela casa inteira um atrás do outro. O problema é que ninguém imaginava que uma gatinha tão miúda poderia ter tanta energia assim. Deixo meus irmãos loucos!! Quero brincar o tempo inteiro, e às vezes eles se escondem na lavanderia para me despistar e conseguirem dormir um pouco... rsrsrs.

Sou muito comilona, mas ainda sou bem magrinha. Minha mãe acha que é porque eu gasto muita caloria correndo o dia inteiro. Sou também bem estabanada... Saio correndo e pulando por tudo quanto é canto da casa, e vou derrubando tudo o que está pelo caminho, rsrsrsrs.

O meu irmão Bam Bam continua um gatão carinhoso e dengoso que quer colo o tempo inteiro. Já meu irmão Barney é um gato muito esperto e cheio de personalidade. Todo mundo diz que formamos um trio bem bacana: a branquela e os pretolinos.

Somos muito felizes juntos, e também com nossa família, que nos amam muito, muito, muito, e entendem que se destruímos a casa, é porque estamos nos divertindo de montão.

Um beijo, tias!

Da Lilica, Barney e Bam-Bam"

 

CARTINHA DA TORTIE E DO JOPLIN (ATUAIS LOBA E NIX)

"Susan e Solange, bom dia!
 
Envio fotitos dos gatitos... A Loba (ex-Tortie) e o Nix (ex-Joplin).
 
A Loba é meio fresca (rs)... Gosta mais de gente que de gato (isso a Susan me falou já na época da adoção, há cinco anos).
 
Mas, como o Nix gosta mais de gato que de gente e é hippie, paz e amor total, ele se chega nela, e a convivência é belezinha.
 
A Loba tem uma carinha tão bonitinha... Tem focinho arrebitado, parece uma menininha mesmo. Está com 6 anos, mas parece uma filhote, é ágil, pesa 3,5 kg desde sempre, come pouquinho, vai viver 30 anos... rs!
 
O Nix é completamente sem noção, e o charme dele é esse. Sério, acho que ele tem um parafuso meio solto. Ainda bem que está adotado, porque é bonzinho demais para ficar na rua... :(
 
Eles são bem amassados e afagados todos os dias... Vidão.
 
Beijos,
 
Vanessa"

 

CARTINHA DA BONECA

"Oi Tias !
   
Eu fui adotada por uma dona que me ama e que me amassa muito. Quando ela me pega no colo, eu olho pra mãe dela e peço ajuda: "Miau... Me ajuda... Miau!"

Eu tô dormindo e ela vai e me pega no colo! Aí eu saio correndo e entro embaixo da cama da mãe dela. Mas eu so tão folgada, eu deito em qualquer lugar.

Eu durmo o dia inteiro. Onde elas olham, eu tô dormindo! Outro dia dormi em cima do armário.

Outro dia eu aprendi a beber água no tanque. Tô adorando subir em qualquer lugar da casa, até em cima da geladeira eu subo.

Beijos, tchau, tias!!!!!!!

Boneca"



Escrito por Yumi às 18h21
[ ] [ envie esta mensagem ]



Gatinhos da Hípica

"Oi amigos do AUG !!
Somos a família dos gatinhos da hípica de São Bernardo do Campo. A amiga da tia do AUG nos filmou brincando na cama dela, olhem só que diversão!! hihihi
A nossa mamãe Pequenina adora brincar com a gente, com bolinhas, de luta e com fiozinhos. Nós três queremos muito ser adotados por uma família que nos ame para sempre e cuide da gente com todo carinho. Somos muito brincalhões e com muita energia para gastar. Faz 2 meses que estamos nós três no banheirinho da tia. Eu e minha irmã Wendy  estamos crescendo e o lugar tá ficando apertado. Aí a gente acaba fazendo a maior bagunça. Queremos encontrar nossa casa quentinha com espaço para correr, pular e brincar a vontade.
Se for possível, eu e a Wendy gostaríamos de ser adotados juntos porque nos adoramos.
Nossa mamãe Pequenina pode ser adotada sozinha e ela é muito chameguenta, a tia fala que é a gatinha mais carente que ela já conheceu.

Adotem a gente !!!


Lambidinhas e Ronrons,
Chuck



Escrito por Yumi às 17h47
[ ] [ envie esta mensagem ]



Gatinho da Semana

GATINHOS DA SEMANA – TINA  E TONY

Eu sou a Tina e este frajolinha dengoso é o meu filho, Tony, que não desgruda de mim.  Estamos aguardando um lar faz um tempão, sabe? Como passamos por maus momentos, ainda temos um pouco de medo de humanos.  Mas a gente também merece ser feliz e ter uma família que nos ame muito, né?  Você não quer nos adotar? Eu tenho 2 anos e meio, e meu filho, 1 ano e meio. Estamos castrados e vacinados.   Para nos adotar, é só acessar o website e preencher o formulário de adoção: www.adoteumgatinho.org.br



Escrito por Yumi às 17h09
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas felizes! ;-)

CARTINHA DA KATE E DO KEVIN

"Amanhã é o dia que a tia Beatriz, a veterinária, virá nos fazer uma visita! É a segunda vez que ela vem para nos vacinar e eu nem acredito que já faz quase dois meses que estamos no nosso novo lar! Não gosto muito da injeção, mas sei que é pra eu continhar crescendo forte e saudável.

Ah... esqueci de dizer... eu sou a Kate, essa gatinha da foto, toda preta e cara de esperta!!!  Eu fiquei muito vaidosa depois que soube que eu tenho olhos noisette! Deve ser muito especial ter olhos noisette, mesmo que eu não saiba bem o que isso quer dizer... Já o branquinho de olhos azulados é meu irmãozinho Kevin.
Nossos donos são engraçados! Um deles conversa conosco o tempo todo em uma outra língua, diferente daquela das tias da ONG! O Kevin me falou que é porque ele veio de outro país. Não sei bem o que é isso, mas eu nem ligo, porque já entendo quase tudo o que ele fala. E depois, acho muito divertido ele me chamar de “Madame”. O Kevin é o “Monsieur”.  E se vocês olharem bem, eu até já estou mesmo com jeito de madame.

Quando faço alguma arte, ele fala que é porque eu sou “espiègle” (eu já sei que isso quer dizer “levada”). Aí ele me pega no colo, faz carinho e me coloca no chão para brincar. Ontem mesmo eu subi no sofá, pulei no vaso da samambaia e achei muito divertido ficar vendo as folhinhas dela se balançarem. O Kevin já me falou para tomar cuidade com a plantinha, porque ela é viva como nós e eu estou aprendendo. Mas quando vejo as folhinhas dela balançando no vento, é irresistível, dá uma vontade enorme de brincar com elas!

O Kevin parece que é mais comportado do que eu, mas é ele que, no fundo, descobre todos os cantos secretos da casa. E me ensina a fazer todas as artes!! Outro dia, aprendeu um jeito muito divertido de pegar umas pedrinhas de um vaso que tem na sala. Agora, a gente fica horas e horas jogando gatobol com elas pela casa inteira. É uma festa. Quando elas pulam, fazem um barulho, poc! poc! e a brincadeira fica mais animada ainda.

Ai! Mas eu preciso ir agora! O Kevin, comilão, já me chamou pra cozinha. É hora do jantar. Outra hora escrevo mais!

Beijocas para vocês!

Kate e Kevin"

 

CARTINHA DA GIGI

"Oi tias da AUG, tudo bem? Já faz quase 9 meses que cheguei na minha casa nova e resolvi passar por aqui para contar as novidades.

Bom primeiro quero dizer que estou muito feliz com meus papais. Eles me amam muito. Minha mamãe sempre fica falando no meu ouvido que me ama, que sou um presente que ela ganhou da tia Carol Tizano e que vim deixar a casa ainda mais feliz. Claro, né, tias, sou linda e amorosa.

Agora já me dou muito bem com minha irmã felina, a Brida. Quando cheguei rolou muito estress e meus pais ficaram muito preocupados. Mas depois virei a melhor amiga da minha da minha irmã. Fazemos tudo juntas, tias. Dormimos, brincamos, corremos atrás dos ratinhos, das bolinhas, brincamos de lutinha e tudo. Sempre dou beijinhos nela e ela em mim.

Também meus papais me beijam, me abraçam, me apertam, me carregam. Quando eles fazem isso, ligo meu motorzinho de fazer ronron e eles quase morrem de emoção (hihihi, que bobos...).

Agora entendi que tenho livre acesso à casa. Subo em cima do guarda-roupa com minha irmã, quando a tia que vem limpar a casa liga aquele aparelho assassino de limpeza. Durmo na cama com meus pais toda noite. Mas demorou viu, tias, para eu entender que podia. Eu ficava na sala, em cima da poltrona e minha mãe ia me buscar toda noite e me colocava na cama junto com irmã. É que eu tinha trauma, sabe, tias, da outra casa. Meus pais sempre falam que eles acham que na outra casa não me deixavam fazer nada. 

Também entendi que posso subir no colo dos meus pais quando quiser. Antes eu tinha medo. Ficava olhando pedindo permissão. É que na outra casa, eu não podia fazer isso também. Mas isso é passado. Agora posso fazer tudo. É muito legal, tias. :)

Tenho tanta liberdade que, às vezes, resolvo brincar de lutinha com minha irmã às 4 hs da manhã. Aí meu pai levanta e eu corro embaixo da mesa me esconder para não levar bronca dele, hihihihihihi.

Também ganhei um cobertorzinho para o inverno. Amasso pãozinho nele todo dia. Ele é muito gostoso, tias.

Só fico brava com meus pais quando eles me levam na tia de branco. Aí fico sem falar com eles. Resultado: ganho mais carinho ainda e aquela comidinha mole que eles trazem da Europa para mim (olha que chique!!!).

Ah, já aprendi a falar o italiano. Meu pai, que é italiano, fala comigo só nessa língua e eu atendo todos os pedidos dele. Aprendi muito rápido. Claro, sou muuuuuito inteligente.

Bom é isso. Qualquer dia passo de novo para dar notícias...

Mando umas fotos para vocês matarem a saudade de mim. Olhem como estou gordinha, com o pêlo brilhando e linda demais. Minha mãe disse que pareço uma pantera.

Obrigada a todos aí da AUG por cuidarem de mim.

Tia Carol Tizano, te amo! Mamãe disse que você é minha madrinha e da minha irmã. Vem visitar a gente logo, tá?

Beijos,

Gigi Kupper Pergola

Meninas, parabéns pelo trabalho lindo de vocês. Rezo todos os dias para que todos os gatinhos e cachorrinhos deste mundo consigam arrumar uma casa com adotantes responsáveis e que os ame muito. Obrigada por cuidarem da minha panterinha até ela chegar aqui em casa.
Beijos,
Isabelle e Marco Pergola 


 

CARTINHA DA CHLOE

"Sexta fiz 6 meses de idade. Já peso mais de 2 kg e tomei todas as vacinas, inclusive a de raiva, graças a Deus. Veterinario só ano que vem :)

Sou um chamego com a minha mãe, adoro ver tv abraçada com ela, e ontem estava brincando com o ratinho que vc trouxe pra mim! :) Encontrei ele na minha caixa de brinquedo!

Bjs

Chloe"




Escrito por Yumi às 15h09
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas!

CARTINHA DO NOTURNO (ATUAL LULA)

"Foi amor à primeira vista! Eu estava na casa da tia Angélica e minha companheira, a Teca foi lá me resgatar. Chovia muito nesse dia!
Vocês me conheceram como Noturno, mas agora eu sou o Lula, homenagem ao ex-presidente do Brasil. Coisas da minha companheira...he he he

Cheguei no meu novo lar e encontrei um gatinho me olhando, pretinho como eu!
Saí da caixinha de transporte e tratei logo de lhe dar uma cabeçada pedindo a amizade! Ele não resistiu! Nos apaixonamos!
Esse outro pretinho aí é o Sexta-feira. Ele não tem o rabo sabe...e eu que sou o Lula...Sei!

Cortaram o rabo dele num ritual daqueles que temos que respeitar por religião, crença, coisa e tal...mas como pode fazer mal para um próximo tão amável assim? Ainda mais o Sexta! Tão bonzinho...

Uma amiga da Teca encontrou ele dentro do motor do carro do vizinho, miando muito e aparentemente sentindo muita dor. Resgatou e colocou a foto dele no facebook. Ela mora perto de um "macundóbromo", e ainda o Sextinha apareceu no dia 01 de Novembro, logo após a data mais caótica para nós pretinhos, 31/10...pois é, fatos verídicos.
A tia Teca adotou, tratou, demorou muito para sarar a ferida ela contou. Mas sarou! Ele anda igual o Chaplin! Um charme.
As vezes eu fico olhando o cotoco dele e me confundo se o padrão de beleza é ter rabo ou não. Acho bonitinho.

Sexta e eu estamos curtindo muito! Ouvimos músicas com a tia Teca e amigos, comemos atum, escalamos a estante de livros...a casa vive cheia de amigos e amamos o movimento! É muito colo para dois gatinhos!

Saudações a todos os tios e tias que adoram felinos, de todas as cores, temperamentos e também com possíveis deficiências!

Noturno"


CARTINHA DO SHREK E DA FIONA

"Olá pessoal! Aqui é a Fiona, irmã do Shrek. Fomos adotados em dez/2011 e hoje é uma data muito especial, porque estamos fazendo aniversário eeeeee!!! Um aninho de vida!

Nesses 4 meses de casa nova muita coisa aconteceu. Quando chegamos eu estava um pouquinho doente e precisei tomar remédio, mas logo sarei e pude conhecer o novo lar-doce-lar. No começo estávamos nos adaptando e ficava mais quietinha e escondida. Minha mãe se contorcia toda pra conversar comigo embaixo da mesa, mas logo fui percebendo que estava num lugar seguro.

Adoro experimentar lugares novos pra dormir e descobri uns lugares bem interessantes, como dentro da cama dos meus pais (isso mesmo, no forro) e em cima do vídeo game do meu pai. Não brincava muito com os ratinhos coloridos que meus pais compravam, mas quando minha mãe comprou um ratinho que fazia barulho, logo me encantei e ia brincar sozinha com ele lá no quarto. Não sou muito fã de colo e odiava ganhar beijo, mas como minha mãe não liga pros meus chiliques, com o tempo passei a deixá-la me agarrar de vez em quando e hoje adoro beijos.

Meus pais também descobriram que eu não enxergo muito bem os detalhes, por isso só gosto do ratinho que faz barulho e tenho medo de ficar no colo. Sabendo disso, minha mãe se adaptou: não deixa de me pegar no colo, mas fico com as patinhas traseiras no chão e dou a cabecinha pra ela beijar muuuito. Ah, nem preciso falar que tenho um estoque dos ratinhos que gosto, né?!

Meu irmão adora me pentelhar, se esconde e me dá aquele susto quando pula nas minhas costas. Vira e mexe dou uns gritos com ele. Mas minha maior diversão mesmo é brincar com o próprio rabo, a-d-o-r-o e posso ficar um tempão brincando de esconde-esconde com ele.

Sabe pessoal, sou uma gatinha muito companheira e fico atrás dos meus pais o tempo todo, fico chamando pela casa pra saber onde eles estão. Minha mãe vive me chamando de lindinha e eu respondo com um “mi mi mi”. Quando minha mãe está cozinhando fica conversando comigo (ela deve achar que eu falo humanês), mas é quando ela pega o potinho das nossas guloseimas de gato, que eu fico toda falante e só paro quando começo a comer.

Enfim, sou uma gatinha muito feliz e mimada aqui em casa, além de carinhosa. Estou mandando algumas fotos pra vocês.

Lambidinhas e beijinhos (agora que eu gosto) pra todos!

Fiona

Oi humanos! Eu sou o Shrek, irmão da Fiona. Como ela já disse aqui, fomos adotados em dez/2011 e hoje é uma data muito especial, é nosso aniversário!!! Estamos fazendo 1 ano!

Logo que chegamos fui conhecer nosso novo lar. Fui o primeiro a descobrir a comida e a caixinha.

Adoro brincar e fazer bagunça, fico doido com esse monte de brinquedos coloridos, mas o que mais gosto é de brincar de esconde-esconde com a minha irmã. Me escondo, de repente saio correndo e dou um super pulo em cima dela (às vezes ela grita e faz fuuu pra mim, mas nem ligo e pulo de novo), só paro quando meus pais chegam perto, aí saio correndo com aquela cara de quem aprontou. Aliás, sou o rei da fuga! Quando fazemos bagunça (como quando derrubamos a árvore de Natal), a Fiona fica quietinha com cara de paisagem olhando pra tudo no chão, mas eu saio correndo desesperado e me escondo embaixo da mesa pra não levar bronca.

Além das minhas peripécias, sou um gato muito dengoso, carinhoso e fotogênico, é só ver a câmera na mão dos meus pais que começo a fazer várias poses. Amo beijo e colo, me derreto todo. Adoro explorar lugares novos, entrar no guarda-roupa, nas caixas de leite e tomar sol na janela. Minha brincadeira do momento é dar banho nos meus brinquedos: pego o ratinho pelo rabo e jogo dentro do potinho de água, depois tiro com a pata, jogo de novo e assim vai... Quando meus pais vão ver, tem uns 3 ratinhos encharcados do lado de fora do pote e a água toda suja. Eles se matam de rir com isso. Também faço arremesso de rato em cima dos móveis.

Meus pais vivem me dando apelidos: Suricato, Morcegão, Shrekito, Gatão. Eu chego chegando, nem quero saber se meu pai está jogando vídeo game, usando o computador, já chego pisando no teclado, esfregando o focinho na tela e deitando na frente dele.

Onde estou começo a chamar todo mundo, converso bastante e vivo aprontando. Minha mãe brinca muito com a gente e eu fico todo doido e saltitante pela casa.

Bom, agora vou indo, porque hoje tem festa em casa e a gente vai comer guloseimas, que aliás, é a minha especialidade!

Muitas lambidas, beijos e mordidinhas!

Shrek"

 

CARTINHA DO JONNHY E DA KATE (ATUAIS WILSON E LINDA)

"Ei tias! Chegamos aqui na casa nova no dia 03 de janeiro de 2012. A nossa mamãe e o nosso papai ainda estavam tristes porque nosso irmao Chicão tinha indo para o céu dos gatinhos no final de novembro de 2011. Eles ficaram muito emocionados com a nossa chegada e estão mimando a gente bastante.

Nós estávamos meio tímidos no começo, só na sala, sem explorar muito, e qualquer barulho quase nos matava de susto. Agora já estamos dominando o pedaço, nem temos mais medo do monstro chamado aspirador de pó! Adoramos brincar e também tomar água diretamente na torneira, o que faz uma bagunça danada.

Nossa mamãe e nosso papai se divertem e brincam bastante conosco, mas ainda sobra bastante energia, somos uns espoletas (bem que a tia Carol disse que a gente era ligado na tomada!).

Bem, nós dois só queríamos dar notícias e dizer que somos muito, mas muito agradecidos mesmo, à Adote um Gatinho e que estamos felizes aqui na casa do papai sortudo e da mamãe sortuda (eles disseram que a alegria voltou pra casa em forma de gatinhos)!

Ronrons e lambidinhas do Wilson e da Linda"



Escrito por Yumi às 17h09
[ ] [ envie esta mensagem ]



Notícias felizes dos nossos gatinhos!

CARTINHA DA SABRINA (ATUAL BIBI)

"Olá tias do AUG,

Aqui é a Sabrina, mas ganhei um apelido carinhoso de Bibi. Já faz 4 meses que fui adotada, confesso que demorei para mandar uma cartinha e contar como está minha nova vida, mas é que quando cheguei em casa estava dodói e fiquei praticamente todo esse tempo de castigo tomando remédio, mas agora melhorei e a mamãe me prometeu que vou ficar boa de vez!! =)

Bom, quando cheguei na minha nova casa achei tudo muito bacana, muitas novidades, uma família só para mim e o mais legal é que tinha uma irmã para me fazer companhia. No começo até achei que ela tinha ido com a minha cara, a mamãe jurou para mim que ela era boazinha, mas ela nem quis saber de amizade, nem me deu ao menos uma chance, me botou pra correr várias vezes, ganhei muitos fuuzzz, e olha demorou um tempão para ela me aceitar!! Mas também tenho que entender né, afinal ela já é uma senhorinha de 15 anos e eu também admito que adorava e ainda adoro provocá-la, como morder e pular nas costas dela, mas tudo de brincadeira. Hoje já somos melhores amigas, dormimos juntas e o melhor é que já dividimos a mesma cama com a mamãe.

Ahh, virei xodó dos meus avôs também, meu vovô me adora e me defende para tudo, mesmo quando faço arte, amo brincar de lutinha com ele, já a vovó me mima sempre dando comida na palma da mão, aliás por isso nem adianta deixar comida no potinho. Já falei pra minha irmã se cuidar, pois logo mais eu vou virar a rainha da casa.

Sou uma gatinha muito ativa, adoro brincar e correr que nem doida pela casa. No começo eu tinha hábitos noturnos, mas agora já peguei o ritmo da casa, então me acabo durante o dia e a noite durmo como um anjo. Também sou muito carinhosa, amo um colinho, ronronar bem alto e fazer charme sempre para ganhar muito carinho.

Mamãe me diz todo dia o quanto me ama e que eu fui uma das melhores coisas que Deus colocou no caminho dela, e também que nada na vida é por acaso, pois um ciclo da vida dela havia se fechado com a perda de uma filhinha e outro havia começado com a minha chegada. Ela diz que eu trouxe muita alegria e que já não vive mais sem minha presença. Sabe, tias, é muito bom ser amada e sentir que sempre terei alguém que cuidará de mim para o resto da vida.

Enfim, é isso, mamãe está mandando algumas fotos minha para vocês verem como estou crescendo e ficando linda. Tias, quero agradecê-las do fundo do coração por terem me acolhido e cuidado de mim quando precisei.

Muitos ronrons para todos!!!

Bibi"

 

CARTINHA DA TAPIOCA E DA WILMA (ATUAIS TAPIOCA E MARIE)

"Oi Sylvia, tudo bem?

As "meninas" (só as chamamos assim em casa) estão ótimas! Vivem pulando, correndo e brincando!

A Tapioca continua gorda, e a Marie (ex Wilma) pelo visto vai ficar anã mesmo... Hahahaha, ela parou de crescer já faz um tempo, talvez ela até cresça mais, mas nós até torcemos pra ela ficar pequenina :)

Estou mandando fotos das duas pra vocês do AUG verem e compartilharem se quiserem. Eu acompanho a página de vocês no Facebook e adoro ver as
notícias de gatinhos felizes e sortudos que ganharam um lar, assim como as nossas.

Espero que gostem das fotos!

Beijos,
Fabi"



CARTINHA DA FÁTIMA (ATUAL JULIETA)

"Olá meninas!!!!!!!

Estamos escrevendo pra dizer que a Julieta (é como a Fátima se chama aqui em casa!) está ótima!!!!!! Melhor impossível!! :) Ela é muito meiga, fofa, amorosa... E já aprendeu onde ficam as coisinhas dela, usa a caixinha de areia bonitinho, bebe água, come a raçãozinha dela direitinho... Tem dado mil pulos pra subir e descer da cama, brinca bastante com a gente e é muuuuuito ronronenta!!!!!! Que delícia!!!!!! Toda hora vem pedir colo, miando, e quando deita ou se ajeita no colo já liga o motorzinho! É uma fofura que só vendo!

Estamos nos dando muito bem, acho que ela já se apegou! Quando meu noivo saiu hoje cedo pra trabalhar ela ficou miando pela casa... hehehe. Eles estão num chamego só!!!! ;)

Enquanto eu estudo no computador ela fica no meu colo ou entãosubindo na mesa...

Tem umas fotos em anexo pra vcs verem!!

Bom, fico feliz que tenha dado certo de vcs trazerem ela pra gente! É um sonho se tornando realidade! :)

Obrigada mais uma vez!

Qualquer coisa nos escrevam!

Beijo,
Sofia
"



Escrito por Yumi às 14h42
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas

CARTINHA DO NICOLAU E DA LACTA (ATUAIS TARANTINO E DIANA)

"Oi tias! Hoje faz um mês que estamos em nossa nova casa e resolvemos nós mesmos mandar uma cartinha.

Primeiro eu, Tarantino, vcs me chamavam de Nicolau. No começo achei meu novo nome estranho... Então minha mãe me explicou que é de um diretor de cinema muito importante, aí gostei, afinal de contas, eu sou um gato muito especial, né? Rs...

Logo que cheguei, já me senti em casa! Em poucos minutos andei por todo lado e até a caixinha de areia já fui usando! Foi a primeira vez que vi minha nova mãe, mas como me dou bem com todo mundo, claro que com ela não foi diferente, e logo já estava subindo no colo, seguindo ela por todo lado e brincando. No começo eu não desgrudava dela, pois é traumático não ter dono, porém logo percebi que ela não ia me deixar e fiquei mais tranquilo...

Uma amiguinha aí do abrigo veio junto comigo, mas ela era muito brava! No começo nem me dava bola e já fazia fuuuzzz só de eu chegar perto! Mas como eu sou um gato paciente e educado, respeitei a moça e fui me aproximando aos poucos... Com 3 dias a gente já tava brincando e hoje estamos muito amigos! Ela ainda precisa se soltar um pouco, mas já está bem mais legal.

Minha mãe passa o dia fora trabalhando, quando ela chega eu corro pra porta pra dizer oi! Dois dias da semana ela trabalha aqui de casa, e nós ficamos dormindo perto dela o dia todo, depois acordamos pra comer e começamos nossa bagunça. De final de semana aparece um moço aqui que ela diz que é namorado dela, ele é gente boa, brinca comigo e tudo, mas já deixei bem claro que o hominho da casa sou eu! Rs... Agora vou deixar minha amiguinha escrever um pouco.

Oi tias, aqui é a Diana, meu nome também é uma homenagem, mas pra um cantor chamado Dio que a mamãe adora! Esses dias ela colocou pra gente escutar, ele canta muito bem e canta rock and roll, e apesar do meu jeitinho, eu gosto, viu? A mamãe disse que infelizmente ele já virou estrelinha.

Vcs me chamavam de Lacta, talvez nem se lembrem de mim, pois sou muito tímida... Rs... Logo que cheguei estava muito assustada e fiquei o tempo todo debaixo do fogão, essa moça que hj é nossa mãe, deitava no chão pra conversar comigo, falava que tava tudo bem, que eu tava em casa, mas vai saber, né? Tem tanta gente ruim nesse mundo... Finalmente ela me convenceu de que não ia me fazer mal, e depois de um dia e uma noite inteira eu saí.

Eu ainda sou meio desconfiada de tudo, sabe? Mas estou bem mais soltinha. Adoro quando minha mãe me faz um carinho, eu ronrono tão alto que ela me chama de pombinha. Rs...

Esse amiguinho que veio comigo é muito oferecido! Tentava puxar papo o tempo todo, mas como eu tava muito estressada, não queria nem saber. Mas aos poucos percebi que ele era bacana e acabei me tornando sua amiga, fazemos companhia um pro outro quando a mamãe não está. Eu acho um absurdo toda vez que chega visita aqui ele já vai se esfregar, subir no colo... Isso de gente que nunca viu! Mas é o jeito dele, né? E mesmo sendo tão convencido, gosto dele. Minha mãe fala que nos completamos.

Estamos muito felizes, pois além de um lar e uma mamãe, ganhamos um ao outro como amigos! Obrigada, tia Sylvia, por ter nos indicado! Vc sabe mesmo das coisas. E aos tios que nos levaram pra nossa nova casa também.

Lambeijos,

Tarantino e Diana"

 

CARTINHA DO ENZO, TOBY, TEKINHA E TUPÃ (ATUAIS VAMP, VIBE, SUKITA E COCA)

"Olá meninas! e bichanos, estamos na área!

Quem se lembra dessa turma boa? Enzo, Toby, Tekinha e Tupã?

Hoje somos Vamp, Vibe, Sukita e Coca! Lindos e Felizes por ter encontrado uma familia que cuida muito bem da gente!!!

Estamos bem, mas passamos por um sustinho, sabe? Alguns marginais invadiram nossa casa e jogaram nós 4 em uma terreno ao lado, foi terrível! Quando minha mãe Ana e meu papai Marco chegaram e não encontraram a gente, o desespero foi total, um momento muito ruim... Mas graças a Deus nossa mãe ouviu nossos miados, estávamos muito assustados sem saber o que aconteceu...

Por motivo de segurança, hoje estamos todos juntinhos no novo apê!! Estamos bem felizes e muito bagunceiros.

Beijos carinhos e ronronos !

Miuauuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Vamp, Vibe, Sukita e Coca"


 

CARTINHA DA PAM E DA LINDT (ATUAL DOCINHO E LINDINHA)

"Oi Tias, tudo bem?
 
Estou aqui pra contar um poquinho como tem sido a minha vida na casa da Faby.
 
Quando eu cheguei, eu tava muuuito assustada... Tão assustada que achei um cantinho dentro do sofá e fiquei lá, mais de 24h. Era bem escurinho e ninguém conseguia me ver. Mas a Faby, depois de tanto tempo, colocou a mão lá dentro pra tentar me tirar. Eu não entendi porquê! Eu tava com medo e nhac!, mordi a mão dela! Mas depois de um tempo começou a me dar muuuita fome e sede. Aí eu fui obrigada a sair. Aí eu entendi o que a Faby queria, ela queria me dar aguinha e comida... E foi aí que eu comecei a entender melhor as coisas...
 
A Faby começou a me chamar de Docinho. Disse que era pra me motivar a ficar mais boazinha...
 
Depois de sair do sofá, eu achei um novo esconderijo: embaixo da cama da Faby :) Ficava la o dia todo! Só saía de noite, quando ninguém me via!!!
 
Eu comecei a descobrir a minha nova casa. E fazia xixi em todo lugar, pra marcar meu territorio... Uma vez eu vi uns vestidos tao bonitos! Cheios de pedrinhas, os tecidos eram brilhantes e compridos, eu quis marcar meu territorio la e fiz um xixizão... Mas acho q a Faby não gostou muito porque eles sumiram e depois de um tempo voltaram todos dentro de um plastico, acho q ela levou eles pra lavanderia...
 
Uns dias depois, chegou uma amiguinha nova! A Lindt! A gente demorou uns dias pra se entender, mas depois disso a gente brincava bastante! Ela me disse que a Faby era uma humana gente boa e eu até comecei a sair do esconderijo pra brincar no arranhador...
 
Eu comecei a perceber que a Faby era legal mesmo. Ela não era como os outros humanos que me jogavam pedra e queriam me machucar. Os outros humanos me deixavam passar fome, frio e sede. E a Faby me dava umas comidinhas tãaaao gostosas... E o sofa dela é tãao quentinho... A Lindt bem que me falava.  A Faby também arranjou um nome legal pra minha amiga, comecou a chamá-la de Lindinha. Ela é mesmo! E a Faby falou que nós três éramos as garotas superpoderosas!!!!
 
Mas, Tias, ontem a Faby ficou muito feliz!!! Pela primeira vez eu deixei ela fazer carinho em mim, acreditam!!!! Eu resolvi que tava meio frio, e fui deitar perto da Lindinha, na cama da Faby... A Lindinha parecia tão confortavel e quentinha lá... Tava até fazendo rom-rom... Aí eu subi e deitei encostada nelas duas!!!! E deixei a Faby fazer carinho no meu pescoço... Eu também fiz rom rom :)
 
Durante o dia eu ainda sou meio desconfiada, mas aos pouquinhos vou dar uma chance pra minha nova mamãe...
 
Tias, obrigada por terem me salvados dos humanos maus, e por terem me dado uma casa tão gostosa e uma mamãe boazinha.
 
Lambinhas pra vocês :)

Docinho"



Escrito por Yumi às 16h59
[ ] [ envie esta mensagem ]



GATINHO DA SEMANA – NEKO

Quer um gatinho para animar sua vida? Sou eu, o Neko! Sou um filhote de 7 meses de idade muito brincalhão! Tb amo ficar no seu colo, e adoro ser carregado e amassado! As tias dizem que eu me daria super bem com crianças, pois sou super bonzinho e deixo que apertem, rsrs! Tenho 7 meses de idade, e estou castrado e vacinado. Me leva para a sua casa? Para me adotar, é só acessar o website e preencher o formulário de adoção: www.adoteumgatinho.org.br.




Escrito por Yumi às 14h57
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas dos pretuchinhos!

Agora é a vez de 3 pretuchinhos fofos darem notícias felizes de suas casas novas! Cartinhas do Amendoim, do Tião e do San Marino!

 

CARTINHA DO AMENDOIM

"Olá Tias da AUG, tudo bem?! Aqui é o Amendoim!

Faz um tempinho que eu fui adotado, mas eu tenho certeza que vocês não se esqueceram de mim! Também, eu dava um trabalhão! Eu tava gripado, peguei fungo, tinha que fazer inalação direto, fora que eu era muito sapeca! Mas foi por isso que a minha mamãe me adotou, eu era um pretinho muito simpático!

Hoje eu tenho uma irmãzinha, a Luna, e a gente brinca o dia inteiro! Ganhei uma caminha só minha e um cobertorzinho que eu fico mamando toda vez que estou com sono! Isso não quer dizer que eu não corra pra cama da mamãe a noite! rs  Acordo todo dia de manhã querendo água da torneira e alguém tem que levantar senão eu fico miando sem parar! Apesar de já ter crescido bastante, ainda sou um bebezinho miento! Não sou muito de colo, mas adoro brincar de buscar a bolinha! Estou muito feliz com a minha Mamãe, Papai e irmãzinha, tudo graças a vocês!

Muito obrigada por tudo! Lambidinhas do Amendoim!

Dá uma olhadinha nas fotos e no vídeo que o meu Papai fez comigo e com a Luna!
http://www.youtube.com/watch?v=LymN2P_wzgI"


 

CARTINHA DO TIÃO (ATUAL ZORO)

"Olá Tias do AUG! Aqui é o antes chamado Tião!
Como vocês estão?! Eu estou muito bem! Minha nova mãe que mora com o irmão dela me adoram!! Principalmente quando brinco sozinho com alguma coisa que me chamou a atenção. Eles riem demais! Decidiram me dar o nome Zoro, pois ambos adoram desenhos japoneses e tem um personagem que só dorme, assim como eu!

Quando a tia Thais me trouxe, fiquei apavorado e corri para o lugar mais longe daquela pessoa estranha que me observava. Consegui achar um canto bem macio, em cima da mala de viagem da minha mãe! Adorei o cantinho, bem confortável, com boa incidência de luz. Quando fui procurar água minha mãe tirou a mala dela e colocou no lugar uma cama vermelha. Adorei assim que vi! Aliás, não encostem nela se vierem me visitar, tenho muito ciúmes. Mas deixo vocês olharem um pouco.

Ela tentava se aproximar de mim, mas eu não queria conversa. Às vezes, devido à insistência dela, eu deixava que acariciasse minha nuca. E eu percebia como o carinho dela era gostoso! Com o tempo eu comecei a me aventurar a sair do quarto, passava correndo pela sala (para que ela não me visse) e ia comer, e depois fui vendo que ela não era tão ruim, afinal, alguém que nos dá de comer, beber e dormir, não pode ser ruim certo? Um dia, quando deixei que ela me fizesse aquele cafuné gostoso, abri demais minha guarda e ela conseguiu fazer carinho na minha barriga. Tentei resistir, mas era muito bom.

Depois disso, só me aproximei mais dela, agora até uso ela de travesseiro enquanto ela está mexendo no computador, tento pular na tela para pegar essa seta (é muito atraente! Não posso evitar!), mas ela me afasta.

Mas na verdade, acho que ela gosta mais ainda quando fico com a língua pra fora e viro minha cabeça com olhos bem arregalados. Ela sempre faz aquela cara de “QUE FOFO!” e vem fazer cafuné em mim. Estou fazendo isso com mais frequência...

Ela também tem me feito gostar de colo. Sempre que ela chega em casa do trabalho, a primeira coisa que faz ao me ver é me pegar no colo e fazer aquele carinho gostoso. Agora até peço por esses abraços gostosos!

Bom tias, só queria falar como eu estou feliz na minha nova casa! Minha mãe e meu tio mandam grandes abraços!

Pequenos e leves arranhões,

Zoro

Essa é minha cama vermelha, tias!



Eu usando minha mãe de travesseiro!

Eu observando assistindo um vídeo com minha mãe no computador dela."

 

CARTINHA DO SAN MARINO (ATUAL LILLO)

"Oi tias da AUG

Aqui é o Lillo, ex San Marino, também conhecido por pretinho de mamãe, rabão ou micurino, coisas da mamãe, rsrsrsrsrs.  Queria muito agradecer a todos vocês que cuidaram de mim e me deixaram fortão, especialmente as tias Luana, Gisele e Roseli que me ajudaram a chegar na minha casinha.

Sabe, minha mãe disse que foi papai do céu que me escolheu para vir morar com ela, porque ela tinha escolhido uma gatinha, a Marolinha, preencheu o formulário e tudo, só que o formulário não chegou. Ela não desistiu, escreveu outra vez para AUG. Aí a tia Andréia disse que a Marolinha já tinha ganho uma casinha. Então mamãe, que ama gatinhos pretos (ela nos chama de panterinhas e diz que somos os gatinhos mais lindos do mundo), leu o relato dos gatinhos da gaiola de coelho e resolveu adotar um de nós.

Papai escolheu meu irmãozinho Mônaco. Mamãe, conversando com a tia Luana, disse que queria um gatinho bem carinhoso e coleiro, aí a tia falou que eu era esse gatinho e a mamãe então me escolheu. Bem feito, rsrsrsrs, agora também não saio do colo dela. Tem também a vovó que adora brincar de pescaria comigo e me pega no colo e fica um tempão coçando meu barrigão, eu adoro.
Cheguei aqui muito assustado, mas minha mãe entendeu direitinho os meu medos e me colocou em um quartinho com uma caminha fofinha, alguns brinquedos, comidinha gostosa e minha caixinha de areia, e me deixou lá quietinho. Aos poucos o medo foi passando e comecei a explorar tudo lá dentro. De tempos em tempos meu pai ia bem devagar olhar se eu estava bem, aí eu me escondia. Com muita paciência e carinho eles me convenceram a sair de lá e conhecer a casa e minha irmã mais velha Esmeralda. No 4º dia já era dono da casa, subia nas camas, no colo da mamãe e do papai, nas prateleiras, imagina até no guarda roupa eu subi e dei um susto danado nele, rsrsrsrsrs. Eu me escondi em uma caixa  e ninguém me achava, minha mãe desesperada, aí meu pai resolveu tirar as caixas de cima do guarda roupa e uma delas estava meio pesada, rsrsrsrs, era eu escondido. Minha mãe me pegou me apertou tanto que pensei que não ia soltar nunca mais.

Minha mãe diz que eu tenho o maior rabo que ela já viu em um gato. Me chama de rabão eu acho meu rabinho normal, oras. Sei que aqui corro para todo lado, brinco um montão. Corro atrás da Esmeralda, ela agora não briga mais comigo... Isso é, só briga se resolvo morder o rabo dela, rsrsrsrsrs, ou se eu pulo nela quando está dormindo, aí ele fica brava e faz fuuuuuzzz. Mamãe diz que sou abusado demais. Sou super guloso: ninguém pode comer nada perto que já venho miando e pedindo um pouco, mas nem sempre ganho, UNF!!!

Adoro andar atrás do papai pela casa e ele fica chutando uma bolinha  pra eu correr atrás, eu fico doidinho. E quando canso deito esparramado na cama da mamãe, é vida dura, né, tias? A única coisa que minha mãe não deixa de jeito nenhum é eu ir lá no quintal. Quando a Esmeralda sai eu fico miando feito louco, ai ela me pega no colo e me agrada e explica que sou muito pequenino e os cachorros tem brincadeiras muito violentas e podem me machucar, eu tento dizer pra ela que não tenho medo deles, mas ela nem me ouve.  Quando eu crescer eu mostro para eles quem manda. Eu adoro subir na guarda da cadeira do papai e ficar olhando ele trabalhar pendurado no ombro dele, rsrsrsrsr.

Mamãe chama vocês de anjinhos de amor e felicidade, porque a AUG cuida de nós, salva nossas vidas, para que depois a gente leve alegria para pessoas como ela e papai.

Sabe, tias, a mamãe tem um problema nas pernas e é obrigada a ficar boa parte do dia com elas elevadas, ainda mais agora com esse calorão, e ela diz que nós tornamos seu dias mais fáceis, pois estamos sempre por perto dando carinho e fazendo ela rir com nossas brincadeiras. Aí ela nos enche de beijos e abraços tantos que parece que nunca vai parar, eu fico até molinho de tanto que gosto, rsrsrsrsrs.

A mamãe está mandando um montão de fotos minhas ela adora me fotografar, rsrsrsrs.

Tias, muito obrigado por me salvarem e me trazerem para a minha casinha. A mamãe diz que pede todos os dias para papai do céu abençoar cada uma de vocês.

Lambidinhas do Lillo"



Escrito por Yumi às 14h47
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartinhas!

Três gatinhos do AUG foram doados para três casas. Em todos os casos, os donos já tinham gatinhos em seus lares, e não tiveram medo de aumentar a família e adotar mais um bichano. Resultado? Três finais felizes! :-)

 

CARTINHA DA TUKINHA

"Oi Tia Juliana, é a Tukinha! Peguei o computador e o e-mail do Tio Sergio emprestado para te mandar notícias...
 
Acho que estou me adaptando muito bem por aqui. Quando cheguei no sábado, me enfiei numa caixa de papelão no quarto da frente e então Tia Cris e Tio Sergio colocaram comida e água perto da caixa. No cantinho do quarto colocaram uma caixinha de areia também. Comi um pouquinho, bebi água e usei a caixinha direitinho, mas não quis sair do quarto. Fui até a porta, olhei e voltei, várias vezes...
 
No domingo cedo já dei umas passeadas pelo outro quarto, pelo corredor, pelo escritório. À noite fui até a sala e voltei. Depois fui para a cozinha, área de serviço. Aí subi no sofá, no rack, nas cadeiras e na mesa de jantar. Conheci a casa toda...

Ah, comi bastante no domingo! Tia Cris e Tio Sergio (que me chamam o tempo todo de “linda”) falaram que não sabem onde coube tanta comida numa gata tão miudinha...
 
Hoje de manhã quando eles acordaram, eu já estava no corredor e depois fui para a sala e para a cozinha com eles. Antes de sair para o trabalho, eles esperaram a moça que ajuda na arrumação da casa chegar e então me apresentaram para ela. Ela se chama “Dona Irani” e me chama de “linda”. Gostei dela...
 
O Sam (nossa, Tia Ju, você viu o tamanho dele?!?!?! Dá pra fazer umas 5 Tukinhas!!! Rs) é muito bonzinho e sossegado e não liga muito para mim... O negócio dele é comer e dormir, comer e dormir, comer e dormir.

Agora, o Amo - o “frajola” mais bonito que já vi, juro - tá meio ressabiado comigo... Quando Tio Sergio mexe em mim e depois vai mexer nele, ele dá uns tapas na mão do Tio Sergio... Já deu para perceber que melhorou um pouco de sábado para hoje. Ele até cheirou minha carinha agora à noite... Mas eu ainda tenho um pouco de medo...
 
É isso... Vou mandando notícias de tempos em tempos e se você estiver com saudades de mim (eu já estou com saudades de você), você sabe onde eu moro agora. É só passar por aqui ou ligar pra Tia Cris, que não larga aquela caixinha que ela chama de “Meuaifone”.
 
Queria ainda te pedir para mandar um beijo para os meus padrinhos e agradecer pela ajuda que me deram. Peça a eles que, se puderem, escolham outros gatinhos para apadrinhar. Eles me deram sorte e tenho certeza que vão dar muita sorte para outros gatinhos também...
 
Beijo pra você Tia Ju e pras tias da AUG. Obrigada por terem cuidado de mim este tempo todo.

Tem uma foto nova aí em baixo que a Cris acabou de tirar com o "Meuaifone".
 
Tukinha

(Tia Cris e Tio Sergio falaram gostaram do meu nome e que não vão mudar para eu não ter “crise de identidade”. Eu, hein? Gato não tem dessas coisas!!!)"

 

CARTINHA DO JUCA

"Olá tia Alexsandra e tias do AUG!!

Cheguei na minha nova casa no sábado de Carnaval. Logo que entrei no apartamento eu percebi que tinha um irmão felino, o Darwin. Meus pais humanos estavam super receosos achando que o Darwin ia ficar enciumado, ia fazer fuuuuzzz pra mim e poderia até brigar comigo, mas vocês não vão acreditar no que aconteceu! O Darwin simplesmente me adorou!!

Desde o primeiro dia ele não podia me ver que já vinha atrás de mim me chamando pra brincar de lutinha. Mas pra mim era tudo novo, afinal eu morava num lar temporário que era tudo de bom! Eu tinha um montão de amigatos e também a companhia da minha mamãe felina, a Ruth. Então, de repente tudo mudou e eu fiquei assustado, por isso a última coisa que eu queria era fazer amizade com o Darwin. Tive que usar o poder dos meus fuuuuzzzz pra espantar o meu irmão felino, coitado. Virei um expert em fazer fuuuuzzzz.

Também não deixava ninguém passar a mão em mim. Era chegar perto de mim pra eu sair de fininho. Assim que cheguei em casa, eu só ficava no quarto. Depois de uns dois dias decidi sair pra conhecer a sala. Ir pra varanda só mesmo depois de uma semana. Sabem como é, né, eu fui reconhecendo o território aos poucos.

Também tive que me fazer de difícil com os meus pais humanos. Eles queriam me pegar no colo e fazer carinho, mas eu logo fugia. Não podia deixar me pegarem no colo assim logo de cara. Mas agora, quase três semanas depois, eu já estou me esfregando na perna da mamãe, mostrando a barriga, dormindo com ela e até ronronando. Como demorei pra ronronar, minha mãe chegou a pensar que eu não tinha motorzinho, rsrsrs.

Agora eu e o Darwin somos “best friends forever”. Como meus pais ficam o dia todo fora de casa, nós fazemos companhia um pro outro e nos divertimos muito juntos. Depois que cheguei, o Darwin até desencanou de brincar com o nosso pai que era o que ele mais costumava fazer. Acho que o papai ficou com ciúme de mim, hehehe.

Tias, agradeço por tudo o que fizeram por mim desde quando eu ainda estava na barriga da minha mamãe gata. Um obrigado especial pra tia Alexsandra que cuidou super bem de mim desde que eu era um filhotico. Obrigado também aos meus padrinhos e madrinhas que me ajudaram muito enquanto eu estava morando no AUG. Sem vocês, eu não estaria hoje escrevendo essa cartinha.

Lambeijos e ronrons do Juca"



 

CARTINHA DA RUPIA

"Olá, tias da AUG!
 
Quem escreve pra vocês é a Dolores. Quer dizer, vocês me conhecem como Rupia, mas meus pais me deram esse novo nome. Bom, na verdade, eles pouco me chamam pelo nome. Aqui em casa eu sou a Dodô, ou a Fufita, ou a Mingauzinho. Apelido carinhoso é o que não me falta.
 
Quero dizer pra vocês que já estou muito bem adaptada. Quando cheguei aqui o meu novo irmão, o Julinho, um gato preto muito do bacana achou um pouco estranho. Ficou fazendo muito "fffffuuuuuu" pra mim. Mas um dia depois já estava me abraçando e me lambendo feito doido. E hoje em dia a gente não se larga.
 
Adoro dormir no meio dos meus papais, e de brincar com meus brinquedinhos durante a tarde. Pena que eu não me controlo e mando sempre todos pra baixo do sofá. Ai meus pais estão sempre levantando ele pra resgatar as minhas coisas, hihihi...
 
Bom, acho que é isso. Agradeço muito pelo que vocês fizeram por mim e por tudo que fazem por tantos e tantos gatinhos abandonados por aí. Fiquem tranquilas que eu estou bem e feliz.
 
PS: uma lambidinha para todas as titias, em especial pra tia May, que veio me trazer e quase chorou na hora de ir embora :)"



Escrito por Yumi às 18h28
[ ] [ envie esta mensagem ]



Cartas!

CARTINHA DO JOHNNY (ATUAL SONNY)

"Adotamos nosso mais novo filho há algumas semanas. Estávamos em busca de um filhote fofo, carinhoso e brincalhão para fazer companhia ao nosso primogênito Miles (um persa de 1 aninho e 6 kilos!).

O Miles nunca tinha estado com outro gato, então não imaginávamos qual seria a sua reação. Mas foi muito melhor que a esperada: foi o gatinho chegar em casa que ele já amou!! Ficava correndo atrás dele para brincar, e quem tinha medo era o Sonny! Mas em poucos dias o Sonny se entregou... Eles brincam o dia todo! E ainda por cima o Miles trata ele como um filho. Dá banho nele todo dia!

O Sonny dorme no meu travesseiro! Tive que ceder uma parte pra ele!

Eu e meu marido estamos adorando. Agora ficamos mais tranquilos quando não estamos em casa pois sabemos que os dois estão felizes juntos!

Beijos"

 

CARTINHA DA LARINHA (ATUAL FIONA)

"Oi Tia Susan!

Lembra de mim? Você me chamava de Larinha, mas a louca que me adotou mudou meu nome pra Fiona! Vê se pode! Uma princesa como eu com nome de ogra?! Tsc Tsc... Mas fazer o que, né! 

Sério, tia, acho que ela não bate muito bem não! Vira e mexe ela resolve me agarrar e fica conversando comigo sem parar como se eu fosse gente! Tudo bem que eu adoro conversar e sempre respondo né, mas... E quando ela resolve fazer faxina em casa, então? Não gosto, não... Mas já dei um jeito de providenciar um lugar seguro  pra essas ocasiões...
 
Mas apesar disso ela é legal, me enche de carinho, me deixa dormir com ela, brinca comigo e me compra comidinhas especiais de vez em quando, eu adoro! Já cresci e engordei, você precisa ver!  Aliás, estou no colo dela agora e ela está me pedindo pra dizer que agradece muito você por ter me indicado pra ela, porque eu tô fazendo ela muito feliz!

Seguem algumas fotos minhas na minha casa nova!

Muitos beijos,

Fiona!"

 

CARTINHA DO BRIGADEIRO

"Oi, Tia Ju!!! Aqui é o Brigadeiro... Tô super feliz aqui na casa da mamãe!!

Aqui tenho 3 irmãos gatões obesos, que não gostam de brincar comigo, mas não ligam se eu me aproximo, um "cara amassada" rabujento, que vive fazendo "fuzzz" pra mim (e eu nem ligo), e uma outra "cara amassada", essa, sim, gente boa!!  A gente vive treinando lutinhas pela casa, brincando de pega-pega, de pular em cima da mamãe quando ela está vendo TV... A Viena é ó máximo!! Minha companheira! Isso sem contar que tenho outra irmã, um outro "ser esquisito" que late... E tem barba!! Hehe...
 
Minha vidinha não começou fácil, né, tia Ju??? Na véspera de natal fui internado com pneumonia e edema pulmonar agudo, eu e minha irmãzinha... No dia de Natal recebemos a visita da mamãe (que ainda não era minha mamãe, era a tia de Branco) e percebemos que ela estava muito preocupada com a gente!! Ficamos dias numa caixa que ficava com arzinho pra respirar, sem essa caixa, a gente não conseguia... E também não queria comer, nem beber... Na verdade, nem tinha forças pra isso!

Minha irmã desistiu, virou estrelinha! Mas eu fiquei firme e forte!! Mesmo com aquelas tias toda hora me espetando, me dando coisinhas na boca... Aí fui melhorando... A mamãe passava lá e dizia pra eu não desistir!
 
Dias depois, finalmente comecei a respirar sem a ajuda do arzinho, e comer sozinho! Foi aí que a mamãe resolveu me levar pra casa dela, pois a tia Ju estava longe, e não tinha como cuidar de mim naqueles primeiros dias depois da UTI.
 
Como aqui em casa não tem lugar pra separar, a mamãe resolver montar uma "barraca" e me deixar acampado! Acredita? Foi muito legal, eu ficava na barraca e a Viena, minha irmã legal, ficava tomando conta de mim do lado de fora! A única coisa que me chateava era que a mamãe me chamava de Morcego!! Olha só, Morcego!! Ninguém merece, né? Lindão assim, com um nome delicioso como o meu e ela me chamando de Morcego... E dizia que eu era "temporário" e logo voltaria pra tia Ju...
 
Mas teve um dia, me lembro bem, foi dia 13 de janeiro (era uma sexta-feira 13, ui!!), a mamãe chegou em casa esquisita, me pegou no colo e ficou me apertando muito e chorando!! Achei aquilo tudo tão estranho, mas fiquei quietinho e retribuí os "apertões" dela com lambidas e mordiscadas!! E ela me soltou da barraca!! Aí no dia seguinte, logo cedo fomos ao hospital (aquele mesmo que eu fiquei internado), eu até me assustei, achei que ia ser deixado lá... Mas, não! A mamãe foi conversar com uns tios da televisão, sobre uma tal de Dalva... Aí entendi tudo!!!! Entendi porque a mamãe tinha chegado triste e me apertado daquele jeito, e também senti que tinha ganhado uma mamãe de verdade, que eu não era mais "temporário", e sim o filho caçula!! O único medo que me dá é que a mamãe adora umas "agulhas" hehehe...
 
Depois disso ela teve que convencer o papai, a vovó... o vovô... que eu não iria mais embora!! Mas isso foi fácil, né, tia! Com esse meu charme todos logos se encantaram por mim! Até o rabujento do Apollo (meu irmão cara achatada) ficou melhor comigo! Apesar de os fuzzzz continuarem!
 
Bom, é isso tia! Eu to bem feliz aqui, viu!! Seguem umas fotinhos minha, da barraca, e da minha irmã Viena cuidando de mim!!

Brigadeiro"




Escrito por Yumi às 12h35
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]


 
 


© Adote um Gatinho - 2003/2006 - Todos os Direitos Reservados
Portal do Léo - Letras de Músicas